Fatos Que A Torre De Vigia Não Quer Que Você Conheça

jwfacts-pt-half-coverFATOS QUE A TORRE DE VIGIA NÃO QUER QUE VOCÊ CONHEÇA

bullets Totalmente documentado com fotocópias de declarações de publicações raras da Torre de Vigia (em inglês), este livro revela muitos factos que a Sociedade Torre de Vigia tenta esconder das Testemunhas de Jeová e de pesquisadores desta religião.

PDF

Desde 2010, existem mais de 7 milhões de Testemunhas de Jeová ativas em todo o mundo, gastando aproximadamente um bilião de horas a cada ano, servindo a organização Torre de Vigia. As Testemunhas de Jeová estão ativas em mais de 230 países e são a religião com mais rápido crescimento na antiga União Soviética.

Proclamando que as pessoas têm de “vir à organização de Jeová para a salvação,”1.  a Sociedade Torre de Vigia coloca grande pressão nas Testemunhas de Jeová para atuarem de acordo com suas normas. Além de assistirem a cinco reuniões cada semana, requer-se das Testemunhas de Jeová que gastem várias horas cada mês, conduzindo “estudos Bíblicos” da Torre de Vigia, e analisando vários assuntos na literatura da Torre de Vigia para análise, durante as suas reuniões. As Testemunhas são proibidas de servir no exército, saudar a bandeira, dizer o juramento à bandeira, votar em eleições, aceitar transfusões de sangue, celebrar aniversários e festividades incluindo o Dia de Acção de Graças, Páscoa e Natal, e estão proibidas de ler literatura crítica à Organização. Ao longo dos anos, as Testemunhas de Jeová têm sido também desencorajadas de se associarem com amigos que não são Testemunhas, participarem em atividades extracurriculares tais como desportos, e procurar alcançar estudos superiores por frequentar a universidade. 2.

Todas estas proibições e obrigações impostas às Testemunhas de Jeová tendem a isolá-las do resto da sociedade, daí resultando que a organização se torne a “vida” das Testemunhas de Jeová que nela servem ativamente. Se uma determinada Testemunha de Jeová falhar em seguir as normas estabelecidas pela organização, ela estará sujeita à “desassociaçã” na qual o indivíduo é ostracizado por todos os amigos e familiares na organização. 3. Para muitos, esta é uma experiência dolorosa que leva as ex-Testemunhas de Jeová a sentirem-se sem esperança e com uma sensação de vazio. Devido a estas políticas e ao controlo exacerbado que a organização exerce sobre a vida física e espiritual de tantas pessoas, é de importância vital que cada pessoa examine cuidadosamente as reivindicações da Sociedade, bem como a sua história, antes de se envolver com esta organização.

 “Precisamos de examinar, não só o que nós mesmos cremos, mas também o que é ensinado pela organização religiosa com que talvez nos associemos.  Estão os seus ensinos em plena harmonia com a Palavra de Deus ou baseiam-se em tradições de homens? Se amarmos a verdade, não precisamos temer tal exame.”– Verdade que Conduz à Vida Eterna, Sociedade Torre de Vigia de Bíblias e Tratados, 1968, pág. 13

CONTEXTO HISTÓRICO:

Em 1879, com a idade de 27 anos, Charles Taze Russell, fundador da Torre de Vigia de Bíblias e Tratados, começou a publicar A Torre de Vigia de Sião e Arauto da Presença de Cristo.  Nasceu em em Allegheny, Pensilvânia em 1852. Foi educado como Presbiteriano, mas mais tarde juntou-se à liberal Igreja Congregacional, visto ter prefer-ido os seus ensinos. Ao longo de 10 anos, antes de iniciar a publicação de artigos da Sentinela, Russell estudou com um grupo dissidente dos Segundo Adventistas e foi fortemente influenciado pelos seus ensinos contra a vinda corpórea de Cristo e a imortalidade da alma humana.4. Russell ensinou e publicou muitas doutrinas que a atual Sociedade Torre de Vigia rejeita totalmente e envolveu-se em práticas encaradas pelas atuais Testemunhas de Jeová como sendo de origem pagã. De fato, se Russell estivesse na atual organização Torre de Vigia, ele seria desassociado devido às suas crenças e práticas! Entre elas estão as seguintes:

  • O uso do simbolo do deus-sol Ra na capa dos seus livros.5.
  • O uso do logo Maçónico dos Cavaleiros Templários da Cruz e da Coroa nos seus artigos da Torre de Vigia de Sião. 6.
  • O ensino de que ele era o “Servo Fiel e Discreto” referido em Mateus 24:45-51, que resultou em muitos dos seus seguidores o adorarem. 7.
  • O ensino de que “formar uma organização visível… estaria em desarmonia com o espírito do plano divino.”  “Cuidado com ‘organização.” “Isso é completamente desnecessário.”8.
  • O ensino de que os Cristãos “são seres divinos – daí todos eles são Deuses, temos assim uma família de Deus… na ressurreição iremos levantar-nos com o verdadeiro caracter de Deuses.”9.
  • O ensino de que “o inteiro corpo de Cristo, o ´Deus Poderoso’… deverá compartilhar o trabalho da restaurar a vida perdida em Adão,  e desse modo ser parceiros desse grupo que, como um todo será o Pai Eterno da raça restaurada.”10.
  • O ensino de que o Senhor Jesus deveria ser adorado e de que ele não é Miguel o arcanjo.11.
  • Celebrar aniversários e festividades como o Natal.12.
  • O ensino que se pode juntar às forças armadas, desde que “não atire em ninguém.”13.
  • O ensino de que a pele branca é melhor do que a pele negra e que “a raça branca exibe algumas qualidades superiores a qualquer outra.”14.
  • O ensino de que a forma de um cérebro determina a sua receptividade a Deus.15.
  • O ensino de que Jeová “governa o seu universo” a partir da estrela “Alcione” na constelação Plêiades.16.
  • O ensino de que a “Grande Pirâmide de Gizé” era “a testemunha de pedra de Deus” que provava as afirmações de Russell de que “o tempo do fim” abrangia o período desde 1799-1914, com o começo da presença invisível de Jesus em 1874, e a destruição dos governos atuais em 1914.17.

No Douglas Walsh Trial em 1954, na Escócia, Fred Franz, que foi presidente da Torre de Vigia de 1977-1992, foi questionado acerca das mudanças de doutrina na Sociedade. Isto foi o que ele respondeu:

Q.  De modo que aquilo que hoje é publicado como verdade pela Sociedade, pode ter de ser considerado errado alguns anos depois?
A.  Temos de esperar para ver.
Q.  E enquanto isso a comunidade das Testemunhas de Jeová fica seguindo um erro?
A.  Elas ficam seguindo uma interpretação errada das Escrituras.
Q.  Um erro?
A.  Sim, um erro.
Douglas Walsh Trial, Pursuer’s Proof, 1954, pág. 114

Satanás tentou usar sua influência de modo sutil, e nisto ele foi bem sucedido. Como? Por meio de insinuação e falsidade. Apresentou o erro, sob a cobertura duma mentira, como substituto da verdade. Em outras palavras, substituiu a luz com a escuridão.”–A Sentinela, 15 de Novembro, 1976, p. 688

Se estamos seguindo a homens indubitavelmente será diferente connosco; sem dúvida que uma idéia humana irá contradizer a outra e aquela que foi luz há um  ou dois ou mesmo 6 anos atrás será encarada como sendo escuridão agora. Mas com Deus não existe variação, nem sombra de mudança, assim é com a verdade; qualquer conhecimento ou luz vinda de Deus terá de ser como o seu autor. Uma nova visão da verdade nunca poderá contradizer a anterior verdade. ‘Nova luz’ jamais extingue a velha ‘luz,’ mas acrescenta…. Assim é com a luz da verdade; a verdade aumenta por se lhe acrescentar, não por substituir uma pela outra.” —Torre de Vigia de Sião, Fevereiro 1881, p. 3 (edição em inglês)

A TRADUÇÃO DO NOVO MUNDO:

Em 1950, a Sociedade Torre de Vigia lançou a sua própria tradução da Bíblia, a Tradução do Novo Mundo. Às Testemunhas de Jeová lhes é dito que a sua tradução é a mais exata e imparcial tradução disponível. A Sociedade afirma que o Comité da Tradução do Novo Mundo foi composto de eruditos altamente versados em grego e que fizeram o seu melhor para “transmitir Seus (de Deus) pensamentos e Suas declarações do modo mais exato possível.”18.  Contudo, quando alguém procura averiguar as credenciais desses tradutores, essa pessoa descobrirá que a  Sociedade é incapaz de dar essa informação, afirmando que o Comité deseja que toda a glória desta tradução seja atribuída a Jeová Deus e assim os seus tradutores desejam permanecer anónimos.

À primeira vista, isto pode parecer  algo nobre e honrável; mas alguém poderá perguntar, é esta a verdadeira razão para permanecerem anónimos? Ao longo dos anos, aprofundada investigação revelou quem foram os tradutores da Tradução do Novo Mundo e os fatos revelam que estes eram totalmente inqualificados para a tarefa de tradução. Cinco dos seis membros do Corpo Governante que estavam no Comité de Tradução não tiveram qualquer treinamento em línguas Bíblicas. O sexto, Fred Franz, (ex-membro do Corpo Governante e Presidente da Torre de Vigia de 1977-1992) afirmou ter algum ensino, mas no Douglas Walsh Trial na Escócia, ele deu seu testemunho debaixo de juramento:

Terça-feira, 23 de Novembro, 1954: Frederick William Franz,  Questionado:

Q. Você afirma estar familiarizado com o Hebraico?
A. Sim….
Q. Então você possui bastante conhecimento linguístico ao seu dispor?
A. Sim, para uso no meu trabalho bíblico. 
Q. Penso que estará habilitado para ler e seguir a Bíblia em Hebraico, Grego, Latim, Espanhol, Português, Alemão e Francês?
A. Sim.
Q. Não é verdade, que em 1950, foi preparada e apresentada aquilo que é chamada de Tradução do Novo Mundo das Escrituras Gregas Cristãs?
A. Sim….
Q.  Penso que foi o seu dever, não é verdade, antes do lançamento da Tradução do Novo Mundo pela sua Sociedade, confirmar a sua tradução quanto à exatidão? 
A. É verdade.
Q. À luz dos seus estudos e à luz do seu conhecimento?
A. Sim, é verdade.
Q. E você fez isso?
A. Assim o fiz…
Q. E fazia parte da sua obrigação em prol da Sociedade confirmar a tradução para o inglês a partir do Hebraico original desse primeiro volume das Escrituras do Antigo Testamento?
 A. Sim….
Q. Na medida em que própria tradução da Bíblia é realizada, é você o responsável por isso?
A. Eu fui autorizado a examinar a tradução e a determinar a sua exatidão e recomendar a sua aprovação no modo em que foi apresentada.
Q. Os tradutores também são membros do Comité Editorial?
A. Essa é uma pergunta à qual, eu como membro do Conselho de Diretores, não estou autorizado a revelar…
Q. Quando frequentou a Universidade?
Q. Você se formou?
A. Não, não o fiz…
Q.  Você teve Hebraico no decurso do seu trabalho universitário?
A. Não, não tive, mas no decorrer do meu trabalho editorial, com o meu trabalho de pesquisa especial para o presidente da Sociedade, eu entendi ser muito necessário obter conhecimento de Hebraico, e assim empreendi um estudo pessoal sobre ele.

ADIADO

Quarta-feira, 24 de Novembro, 1954:  Frederick William Franz, Interrogatório prossegue:

Q. Você, lê e fala Hebraico?
A. Eu não falo Hebraico.
Q. Não fala?
A. Não.
Q. Será que pode, você mesmo, traduzir isto para hebraico?
A. O quê?
Q. O quarto verso do segundo capítulo de Gênesis?
A. Você quer dizer aqui?
Q. Sim?
A. Não, eu não o tentaria fazer.
Douglas Walsh Trial, Pursuer’s Proof, 1954, pp. 7-9, 88, 91-92, 102-103

Este exercício que Franz não foi capaz de fazer é algo que um mediano estudante de Hebraico do primeiro ou segundo ano realizaria sem qualquer dificuldade. Será de admirar que a Sociedade recuse revelar publicamente as pessoas que estiveram envolvidas na tradução da sua Bíblia? Você poria a sua confiança em um médico que recusasse apresentar as suas credenciais? No entanto, isto é o que muitas Testemunhas de Jeová estão fazendo no que respeita à vital verdade da Bíblia.

A TRADUÇÃO DO NOVO MUNDO comparada com TRADUÇÃO INTERLINEAR DO REINO DAS ESCRITURAS GREGAS:

Em 1969, a Sociedade Torre de Vigia produziu A Tradução Interlinear do Reino das Escrituras Gregas, “apresentando uma tradução literal palavra-por-palavra para o inglês debaixo do texto grego tal como editado em ‘O Novo Testamento no Grego Original–O Texto Revisado por Brooke Foss Westcott D.D. e Fenton John Anthony Hort D.D.’ ”–Título da página da ed. de 1969. A Sociedade Torre de Vigia declara:

“O propósito por detrás da publicação da Tradução Interlinear do Reino das Escrituras Gregas é ajudar os que procuram a verdade e a vida. A sua tradução inglesa literal interlinear está especialmente projetada para abrir para o estudante das Sagradas Escrituras o que o original Grego koi-ne’ basicamente ou literalmente diz…. A tradução palavra-por-palavra interlinear e a Tradução do Novo Mundo são apresentados em paralelo na página, de modo a que possam ser feitas comparações entre as duas leituras. Assim, a precisão de qualquer tradução moderna pode ser verificada….Não incluímos nenhum parafraseamento das Escrituras….Para cada palavra importante atribuímos um significado e temos mantido esse significado na medida que o contexto o permite.”–A Tradução Interlinear do Reino das Escrituras Gregas, edição de 1985, pg. 5, 9-10 (edição em inglês)

A seguir mostra-se a comparação entre a prestação de A Tradução Interlinear do Reino das Escrituras Gregase de  A Tradução do Novo Mundo:

Verso Tradução Interlinear Tradução do Novo Mundo
Col. 2:9 “toda a plenitude da divindade” reside em Cristo. “toda a plenitude da qualidade divina” reside em Cristo.

Nota: O Estudioso Grego Joseph Henry Thayer afirma que a palavra grega usada aqui “Theotes” significa literalmente “divindade, ou seja, o estado de ser Deus, Deus”–The New Thayer’s Greek English Lexicon of the New Testament, 1974 pg. 288

Verso Tradução Interlinear Tradução do Novo Mundo
Col. 1:16-17 Cristo criou “todas as (coisas).” Cristo criou “todas as [outras] coisas.”

Nota: A Sociedade Torre de Vigia insere a palavra “outras” quatro vezes nesta passagem, a fim de torná-la compatível com a sua doutrina de que Cristo foi criado. No entanto, em João 1:3, lemos que Jesus criou “todas as coisas” — não todas as outras coisas.

Verso Tradução Interlinear Tradução do Novo Mundo
Gal. 2:20, 2 Cor. 13:5 Cristo está vivendo “em mim.” Cristo está vivendo “em união comigo.”
Fil. 3:9 “ser achado nele “ser achado em união com ele”

Nota: Ser achado “em Cristo” significa que se confia somente “em Cristo” devido à sua retidão e, portanto, essa é a sua posição “em Cristo”. Assim, quando Deus olha para essa pessoa que está “em Cristo”, Ele vê essa pessoa no contexto da retidão de Cristo, ao invés de sua própria retidão (veja Col. 3:3).  Há uma grande diferença entre estar “em união” com Cristo e estar realmente posicionado “em Cristo”.

Verso Tradução Interlinear Tradução do Novo Mundo
Fil. 2:9 Deus deu a Cristo o nome “sobre todo o nome.” Deus deu a Cristo o nome “acima de todo [outro] nome.”

Nota: A Sociedade Torre de Vigia ensina que o nome de Jeová Deus está acima de qualquer outro nome, portanto foi necessário introduzir a palavra “outro” para justificar a sua doutrina. Contudo, de acordo com João 17:11, Jesus tem o Nome de Jeová!

Verso Tradução Interlinear Tradução do Novo Mundo
João 1:1 deus era a Palavra.” “a Palavra era um deus.”

Nota: A Sociedade argumenta que, como o artigo definido “o” não aparece antes da palavra Deus nesta metade do verso, isso justifica a inserção do artigo “um” na sua tradução. No entanto, a Sociedade é inconsistente na sua “regra”, porque se fossem coerentes teriam que traduzir João 1:6 da seguinte forma: “houve um homem que foi enviado como representante de um Deus.” Uma vez que esta tradução não faria sentido, a Sociedade selecciona e escolhe como quer aplicar a sua “regra” de acordo com a sua doutrina.

Verso Tradução Interlinear Tradução do Novo Mundo
João 8:58 “Antes de Abraão existir, Eu sou.” “Antes de Abraão vir à existência, Eu tenho sido.”

Nota: As palavras gregas para “Eu sou” são“ego eimi” (egw eimi). Em todos os lugares em que estas palavras aparecem no texto da Bíblia, a Sociedade corretamente os traduz como “Eu sou,” EXCEPTO neste versículo.19. .  Porquê a inconsistência na tradução? Jesus estava a identificar-se a Ele mesmo com o “Eu sou” de Êxodo 3:14 que é Jeová Deus, e é por isso que os Judeus tentaram apedrejá-lo por blasfémia (veja o versículo 59, compare com Levítico 24:16). A Sociedade está a traduzir erroneamente este versículo, porque a sua tradução correta contradiz a sua doutrina .

Verso Tradução Interlinear Tradução do Novo Mundo
João 14:10 “Não acreditam que Eu estou no Pai e o Pai está em mim?” “eu esteja em união com o Pai e que o Pai esteja em união comigo?”
João 14:14 “Se quiseres algo deves pedir-me….” “Se pedires algo….”

Nota: Visto que a Sociedade ensina que Jesus não é Deus, ela afirma que não devemos orar a Jesus. Uma vez que a oração é uma forma de adoração, Jesus não deve receber orações a menos que, é claro, Ele seja Deus (veja Êxodo 23:13). Como se pode ver claramente, uma vez que Jesus pediu aos seus seguidores para se dirigirem a Ele em oração, a Sociedade teve que omitir a palavra “pedir-Me” na sua tradução, para que este verso possa ser compatível com a sua doutrina.

Pode a Tradução do Novo Mundo passar no teste de precisão, quando comparado com a Tradução Interlinear do Reino das Escrituras Gregas? Poderia ser este o motivo pelo qual nenhum estudioso grego reconhecido apoia a Tradução do Novo Mundo da Sociedade Torre de Vigia e, em vez disso, afirmam tal como o Dr. Julius Mantey, que a tradução da Sociedade é “uma tradução extremamente enganadora.”?20.

  O PROFETA TORRE DE VIGIA:

“Portanto, tem Deus algum profeta para ajudá-las, para adverti-las dos perigos e para declarar-lhes coisas futuras? A estas perguntas pode-se responder na afirmativa. Quem é este profeta?…Este ‘profeta não era um só homem’, mas um grupo de homens e mulheres. Era o grupo pequeno de seguidores das pisadas de Jesus Cristo, conhecidos naquele tempo como Estudantes Internacionais da Bíblia. Hoje são conhecidos como testemunhas cristãs de Jeová….Naturalmente, é fácil dizer-se que este grupo age como ‘profeta’ de Deus. Outra coisa é provar isso. A única maneira em que isso pode ser feito é recapitular a história. O que demonstra ela?” —A Sentinela, 1 de Outubro, 1972, pg. 581

1914: “…a ‘guerra do grande dia de Deus, o Todo-Poderoso’ (Rev. 16:14), que acabará em A.D. 1914 com a completa destruição dos atuais governos da terra, já começou.”–O Tempo Está Próximo, 1886, pg. 101 (edição em inglês)

1915: “…a ‘guerra do grande dia de Deus, o Todo-Poderoso’ (Rev. 16:14), que acabará em A.D. 1915, com a completa destruição dos atuais governos da terra, já começou.”–O Tempo Está Próximo, edição 1915, pg. 101 (edição em inglês)

1918: “Além disso, no ano de 1918, quando Deus destruir todas as igrejas e milhões dos seus membros, acontecerá que  quem escapar deve vir ouvir o Pastor Russell para aprender o significado da queda da Cristandade.’ ”–O Mistério Consumado, 1917, pg. 485 (edição em inglês)

1925: “…1925 deve assinalar a ressurreição dos ilustres fieis da antiguidade….à base das promessas estabelecidas na Palavra Divina , devemos chegar à conclusão positiva e indiscutível que milhões que agora vivem jamais morrerão.”–Milhões que agora vivem jamais morrerão, 1920, pg. 97 (edição em inglês)

1940’as: “Assim, parece não haver motivo razoável ou Bíblico para trazer filhos a este mundo imediatamente antes do Armagedom, tempo em que nos encontramos.”–A Sentinela, 1 Novembro, 1938, pg. 324 (edição em inglês)

1975: “Receberam-se notícias a respeito de irmãos que venderam sua casa e propriedade e que planejam passar o resto dos seus dias neste velho sistema de coisas empenhados no serviço de pioneiro. Este é certamente um modo excelente de passar o pouco tempo que resta antes de findar o mundo iníquo.”–Ministério do Reino, Julho 1974, pg. 3

Muitas pessoas que estão familiarizadas com a história desta organização, apercebem-se que desde a primeira revista A Sentinela em 1879, ela tem tido um histórico em anunciar o fim do mundo em diversas datas: 1914, 1915, 1918, 1925, década de 40, 1975. Mas, significa isto que a Sociedade Torre de Vigia é um falso profeta?  Vamos examinar o que a Sociedade diz que os “Falsos Profetas” são:

“Indivíduos e organizações que proclamam mensagens que atribuem a uma fonte sobre-humana, que, porém não se originam do verdadeiro Deus e não estão em harmonia com a sua vontade revelada.”–Raciocínios à base das Escrituras, 1985, 1989, pág. 158

Deuteronómio 18:20-22 declara:

“No entanto, o profeta que presumir de falar em meu nome alguma palavra que não lhe mandei falar ou que falar em nome de outros deuses, tal profeta terá de morrer. E caso digas no teu coração: “Como saberemos qual a palavra que Jeová não falou?” quando o profeta falar em nome de Jeová, e a palavra não suceder nem se cumprir, esta é a palavra que Jeová não falou. O profeta proferiu-a presunçosamente. Não deves ficar amedrontado por causa dele.’ ” 21.

Na subtítulo, “Não cometeram as Testemunhas de Jeová erros nos seus ensinamentos?” na página 162 do livro da Sociedade, Raciocínios à base das Escrituras, eles declaram:

As Testemunhas de Jeová não professam ser profetas inspirados. Cometeram enganos.”

É mesmo verdade que a Sociedade não professa ser um profeta “inspirado”?  Vamos examinar as seguintes declarações de várias publicações da Sociedade Torre de Vigia:

O que se quer dizer, aqui, com a palavra “inspirados”? Quer dizer-se com isso que Deus, o Criador do céu e da terra, moveu esses homens com seu espírito ou sua força habilitadora, invisível, pondo na mente deles o que deviam escrever como sendo a “palavra” ou mensagem Dele para a humanidade.” —Boas Novas, 1976, pág. 14

“A Origem de toda a verdadeira profecia é Jeová Deus. Ele a transmite por meio do seu espírito santo ou, ocasionalmente, por meio dos seus anjos mensageiros guiados pelo espírito.” —Examine as Escrituras, vol. 2, 1988, pág. 691 (edição em inglês)

“Considere também que só a organização de Jeová, em toda a terra, é dirigida pelo espírito santo ou a força ativa…. O mesmo espírito santo e a mesma direção angélica ainda influem nas atividades de pregação dos ministros cristãos”–A Sentinela, 1 de Janeiro, 1974, págs. 18, 21

“Estes anjos são invisíveis aos olhos humanos e estão lá para executar as ordens do Senhor. Sem dúvida que são eles que primeiro ouvem a instrução que o Senhor transmite para ser dada ao seu remanescente e, em seguida, estes mensageiros invisíveis passam tal instrução para o remanescente. Os factos mostram que os anjos do Senhor que estão com ele no seu templo, têm prestado serviço ao remanescente desde 1919.”–Vindicação III, 1932, pág. 250 (edição em inglês)

“Ali, Ezequiel foi definitivamente informado de que doravante devia servir como profeta.. Foi comissionado a falar no nome divino…. Deste modo notável ele foi feito testemunha de Jeová. Não só eram proféticas as palavras inspiradas de Ezequiel, mas ele mesmo era figura profética na sua ação…. Quem é o equivalente atual de Ezequiel, cuja mensagem e conduta correspondem às daquele antigo profeta de Jeová?… Assim se dá com o equivalente hodierno de Ezequiel: não é o corpo de uma só pessoa, mas é um corpo composto, constituído de muitos membros…. foi comissionado a servir como porta-voz e agente ativo de Jeová…. Mas, por que se trazem todos estes fatos da história à nossa atenção? É para mostrar o cumprimento da profecia. Jeová achou e comissionou seu “Ezequiel” hodierno”–“As Nações Terão Que Saber QUE EU SOU JEOVÁComo?”, 1973, pgs. 52, 54-55, 62

“O rolo foi sem dúvida entregue a Ezequiel pela mão de um dos querubins da visão. Isto indicaria que as testemunhas de Jeová fazem hoje a sua proclamação das boas novas do Reino sob direção e apoio angélicos. (Rev. 14:6,7; Mat. 25:31, 32) E visto que nenhuma palavra ou obra de Jeová pode fracassar, por ele ser o Deus Todo-poderoso, as nações verão o cumprimento daquilo que estas testemunhas dizem segundo são orientadas desde o céu. Sim, em breve terá de vir o tempo em que as nações terão de saber que houve realmente um “profeta” de Jeová no seu meio.”–A Sentinela, 1 de Outubro, 1972, pág. 584

Como pode ser visto claramente, embora a Sociedade afirme que “não professam ser profetas inspirados,” eles alegam obter a sua informação da mesma forma que os profetas inspirados (por meio de anjos e do Espirito Santo), e declaram estar em paridade com profetas “inspirados” tal como Ezequiel.  Assim como Ezequiel era um porta-voz de Deus, a Sociedade também afirma ser “a voz” de Deus, e assim, eles afirmam estar falando as próprias palavras de Jeová. Observe as seguintes afirmações:

“A interpretação da profecia, portanto, não vem do homem, mas sim de Jeová; e Jeová faz com que os eventos aconteçam em cumprimento da profecia no seu devido tempo.”– A Sentinela, 1 Maio, 1938. pg. 143 (edição em inglês)

“Ele meramente usa a classe do ‘servo’ para publicar a interpretação depois da Suprema Corte por meio de Cristo Jesus a revelar.” A Sentinela, 1 Julho, 1943, pg. 203 (edição em inglês)

Isto não está dando quaisquer créditos para os editores desta revista, mas se deve ao grande Autor da Bíblia com as suas verdades e profecias, e que agora interpreta as suas profecias. Ele é que torna possível o material que é publicado nesta revista….”– A Sentinela, Abril 15, 1943, pg. 127 (edição em inglês)

“Nós não vemos nenhuma razão para alterar os números–nem poderíamos mudá-los, mesmo que quiséssemos. Elas são, acreditamos, as datas de Deus, não as nossas. Mas convém ter em mente que o fim de 1914 não é o tempo para o começo, mas para o fim do tempo de angústia.”– Torre de Vigia de Sião, 15Julho, 1894, pg. 226 (edição em inglês)

Certamente, os seres humanos cometem erros e até mesmo os discípulos de Jesus tinham expectativas erradas a respeito de quando viria o fim. No entanto, lembre-se de que no momento em que a Sociedade Torre de Vigia estava a fazer estas profecias sobre o fim do mundo, eles estavam dizendo a seus seguidores que estas “profecias” e “datas” eram “as datas de Deus, não as nossas.”  Eles estavam a proclamar estas profecias em nome de Deus.

De acordo com o padrão para testar profetas, mencionados em Deuteronómio 18:18-22 e no livro Raciocínios da Sociedade, em que categoria a Sociedade Torre de Vigia se insere?  São eles um verdadeiro ou falso profeta?  Você concorda com a afirmação da Sociedade na revista A Sentinela de 15 de Maio, 1930 pg.156 (edição em inglês), que declara que se alguém descobre um “falso profeta”, esse “alguém não deve mais confiar neles como guias seguros”?

Ao longo da sua história, cada vez que a Sociedade Torre de Vigia estabelecia uma data para o fim, as Testemunhas de Jeová foram muitas vezes incentivadas a vender as suas casas, abdicar da educação, e até mesmo abdicar de ter filhos, porque, segundo a Sociedade, o “fim” estava muito próximo.  Em vez de colocar a sua confiança numa organização que cometeu “erros” substanciais no passado e que continua a cometer “erros,” porque não colocar a sua confiança somente em Jesus, que abertamente convida a cada um de nós a chegar-se a Ele?

Vinde a Mim, todos os que estais labutando e que estais sobrecarregados, e Eu vos you reanimarei. Tomai sobre vós o Meu jugo, e aprendei de Mim, pois sou de temperamento brando e humilde de coração; e ACHAREIS REVIGORAMENTO PARA AS VOSSAS ALMAS. Pois o Meu jugo é benévolo, e Minha carga é leve.”–Mateus 11:28-30

Jesus tambem avisa que nos últimos dias, iriam surgir falsos profetas, e afirmar que Ele voltou quando Ele não o fez.

“Então se alguém vos disser, ‘Eis, aqui está o Cristo,’ ou ‘Ali está Ele, não o acrediteis. Porque surgirão falsos Cristos e falsos profetas….”–Mateus 24:23-24

As Testemunhas de Jeová hoje, acreditam que a presença de Jesus começou em 1914 e que ele é rei “invisível” nos céus desde então.  No entanto, a partir de 1879-1929, a Sociedade Torre de Vigia proclamou que a “presença invisível” de Cristo começou em 1874.22.  Portanto, vemos que mesmo em relação à atual posição da Sociedade, eles falsamente proclamaram a presença de Cristo por 50 anos.

Sob juramento, no Douglas Walsh Trial, Hayden Covington (ex-vice-presidente da Sociedade Torre de Vigia) deu este testemunho sobre a data de 1874:

A.  …foi a publicação de uma profecia falsa, foi uma declaração falsa ou uma afirmação errónea em cumprimento de uma profecia que era falsa ou errónea.
Q.  Se um membro das Testemunhas de Jeová considerasse por si mesmo que a profecia estava errada e o dissesse, ele seria dessassociado?
A.  Sim….O nosso propósito é ter unidade.
Q. Mesmo que a unidade seja baseada numa aceitação forçada de uma falsa profecia?
A. Admito que seja verdadeiro. —Douglas Walsh Trial, 1954, pgs. 346-348

Porque iria Jeová designar um falso profeta como Seu representante para a humanidade, tendo em conta que Jesus alertou os Seus seguidores para não seguirem profetas que iriam profetizar falsamente o Seu retorno?

Para tentar amenizar a sua história de falsas profecias, a Sociedade declara:

“Os assuntos em que foram necessárias correcções de ponto de vista têm sido relativamente mínimos em comparação com as verdades bíblicas vitais que discerniram e publicaram. Entre essas, acham-se as seguintes:…Desde 1914 vivemos nos últimos dias do sistema iníquo, global, de coisas.”–Raciocínios à base das Escrituras, 1985, 1989, págs. 162-163

Como já foi salientado, a Sociedade fez uma mudança doutrinal substancial quando alterou a sua data da “presença de Cristo” de 1874 para 1914.  Quando nós examinamos os registos, também descobrimos que a sua alegação de terem sempre ensinado a chamada “verdade Bíblica” dizendo que “desde 1914 temos vivido nos últimos dias”, também tem sido ALTERADA. Note as seguintes declarações em antigas publicações da Torre de Vigia:

“O “Tempo do Fim,” um período de cento e quinze (115) anos, desde 1799 A.D. a 1914 A.D., é particularmente assinalado nas Escrituras.”–Venha o Teu Reino, (1891), edição 1914, pág. 23 (edição em inglês)

‘O tempo do fim’ abrange um período desde 1799 A.D., conforme indicado anteriormente, até ao tempo da completa derrota  do império de Satanás e o estabelecimento do reino do Messias. O tempo  da segunda presença do Senhor data desde 1874, conforme anteriormente declarado.”–A Arpa de Deus, (1921), 1924 ed., pág. 231 (edição em inglês)

Ainda por cima, a Sociedade esforça-se para encobrir a sua história, declarando no seu livro de história de 1993, Testemunhas de Jeová – Proclamadores do Reino de Deus, pág. 135:

“Com o passar dos anos, examinando e reexaminando as Escrituras, sua fé nas profecias permaneceu firme, e eles não deixaram de declarar o que esperavam que ocorresse. Com variados graus de êxito, esforçaram-se em evitar ser dogmáticos a respeito de pormenores não declarados explicitamente nas Escrituras.”

Será mesmo que, ‘evitaram ser dogmáticos a respeito de pormenores não declarados explicitamente nas Escrituras´?

“Seguramente não existe espaço para dúvida na mente de uma consagrada criança de Deus, que o Senhor Jesus está presente e tem estado desde 1874…”­- A Sentinela, 1 de Janeiro, 1924, pág. 5 (edição em inglês)

“Não vemos qualquer razão para alterar os números — nem o poderíamos fazer se pudéssemos. Elas são, como nós acreditamos, datas de Deus, não nossas.”–Torre de Vigia de Sião, 15 de Julho, 1894, pág. 226 (edição em inglês)

“Os ciclos do típico Jubileu apontam para 1874 A.D. como sendo a data do retorno de nosso Senhor… E este testemunho foi feito duplamente forte a partir de 2 perspetivas – a Lei e os Profetas….” —Venha o Teu Reino, (1891), ed. 1914., pág. 125 (edição em inglês)

“Neste compêndio nós oferecemos uma cadeia de testemunhos sobre o assunto dos tempos e épocas designados por Deus, cada elo considerado Escripturalmente forte…. deste modo não pode ser de origem humana.” —O Tempo está Próximo, (1886), 1917 ed., p. 15 (edição em inglês)

E eles evitaram  ser “dogmáticos”???

“Jeová, o Deus dos verdadeiros profetas, envergonhará todos os falsos profetas quer por não cumprir a predição falsa de tais pretensos profetas, quer por cumprir Suas próprias profecias de modo oposto ao que os falsos profetas predisseram. Os falsos profetas procurarão ocultar seus motivos de sentir vergonha por negar quem realmente são.” —O Paraíso Restabelecido para a HumanidadePela Teocracia!, Sociedade Torre de Vigia, 1972, pgs. 354-355

Jesus disse, “e conhecereis a verdade, e a verdade vos libertará….Portanto, se o filho vos libertar, sereis realmente livres.”–João 8:32, 36.  Por que não colocar a sua confiança somente em Jesus?  Ele vai sempre revelar-lhe a verdade, porque Ele é a verdade.

“Jesus disse-lhe, ‘Eu sou o caminho, e a verdade, e a vida; ninguém vem ao Pai, senão por Mim.’ ” –João 14:6

Eu vim como luz ao mundo, a fim de todo aquele que depositar fé em Mim não permaneça na escuridão.” –João 12:46

“Pesquisais as Escrituras, porque pensais que por meio delas tereis vida eterna; e estas mesmas são as que dão testemunho de Mim; contudo, vós não quereis vir a Mim, para ter vida.” –João 5:39-40

“Disseram-Lhe portanto, ‘Senhor, dá-nos sempre este pão.’ Jesus disse-lhes, ‘Eu sou o pão da vida; Quem vem a Mim não terá mais fome, e quem exerce fé em Mim, não terá mais sede….Tudo o que o Pai Me dá virá a Mim, e aquele que vem a Mim, eu de modo algum enxotarei.’ ” –João 6:34-37

“Deixo-vos a paz; dou-vos a Minha paz; Não a dou a vós do modo como o mundo a dá. Não se aflijam os vossos corações, nem se encolham de temor.” –João 14:27

Vinde a Mim, todos os que estais labutando e que estais sobrecarregados, e Eu vos reanimarei. Tomai sobre vós o Meu jugo, e aprendei de Mim, pois sou de temperamento brando e humilde de coração; e ACHAREIS REVIGORAMENTO PARA AS VOSSAS ALMAS. Pois o Meu jugo é benévolo, e Minha carga é leve.” –Mateus 11:28-30

“Se Me pedirdes algo em Meu nome, eu o farei.”  –João 14:14

Jesus convida as pessoas em todos os lugares a dirigirem-se a Ele em oração e colocar os seus fardos aos Seus pés.  Você não precisa de uma organização ou de uma “classe mediadora” especial entre você e Deus.23.  “Porque há um só Deus, e um só Mediador entre Deus e os homens, o Cristo.”–1 Timóteo 2:5 .  Jesus é o único Mediador. “…ninguém vem ao Pai, senão por Mim.”–João 14:6 . Porque não vem a Ele hoje? Ele realmente quer ser seu Salvador.

“E o testemunho dado é o seguinte, que Deus nos deu a vida eterna, e esta vida está em Seu Filho. Quem tem o Filho, tem esta vida; quem não tem o Filho de Deus, não tem esta vida. Escrevo-vos estas coisas para que saibais que tendes vida eterna, vós os que depositastes a vossa fé no nome do Filho de Deus.”–1 João 5:11-13

“…Eis que, agora é ‘O TEMPO ESPECIALMENTE ACEITÁVEL,’ eis que, agora é ‘O DIA DE SALVAÇÃO.” — 2 Coríntios 6:2

=========

1.  A Sentinela, 15 de Julho, 1982, p. 21
2.  Unidos na Adoração do Único Deus Verdadeiro, 1983, págs. 166-167; Sangue, Medicina e a Lei de Deus, 1961, pp. 54-55 (edição em inglês); A Escola e as Testemunhas de Jeová, 1983, pp. 13-21, 23 (edição em inglês); A Sentinela, 15 Março, 1962, pgs. 178-179 (edição em inglês); A Sentinela, 15 Março, 1986, pgs. 12, 19 (edição em inglês)
3.  A Sentinela, 15 de Setembro, 1981, pgs. 25, 29-30 (edição em inglês)
4.  Testemunhas de JeováProclamadores do Reino de Deus, 1993, pgs. 45-46 (edição em inglês)
5.  Estudos das Escrituras,  vol. 1-7 (edição em inglês)
6.  Testemunhas de JeováProclamadores do Reino de Deus, 1993,  pg. 200 (edição em inglês)
7.  A Sentinela, 15 de Abril, 1904, pg. 125; O Plano Divino das Eras, Estudos, vol. 1, 1925ed. Biografia, p. 7; 1975 Anuário das Testemunhas de Jeová, pg. 88 (edição em inglês)
8.  Torre de Vigia de Sião, Dezembro 1, 1894, p. 384; Torre de Vigia de Sião, Setembro 15, 1895, pg. 216 (edição em inglês)
9.  Torre de Vigia de Sião, Dezembro 1881, pgs. 2-3 (Reprints p. 301) (edição em inglês)
10.  Torre de Vigia de Sião, Novembro1881, pg. 10 (Reprints p. 298) (edição em inglês)
11.  A Expiação entre Deus e o Homem, (Estudos, vol. 5), 1899, 1916 ed, pg. 85; A Sentinela, Novembro 1879, pg. 4 (Reprints p. 48); O Plano Divino das Eras, 1891, pg. 178 (edição em inglês)
12.  Testemunhas de JeováProclamadores do Reino de Deus, 1993, pg. 201; A Sentinela de Sião 1, 1904, pg. 364 (edição em inglês)
13.  Torre de Vigia de Sião, 1 de Julho, 1898, pg. 204; Torre de Vigia de Sião, 1 de Agosto, 1898, pg. 231 (edição em inglês)
14.  Torre de Vigia de Sião, 1 de Outubro, 1900, pg. 296; Torre de Vigia de Sião 15 de Julho, 1902, pg. 216 (edição em inglês)
15.  A Sentinela, 15 de Março, 1913, pg. 84; Pennsylvania Superior Court Reports, vol. 37, pg. 351 (edição em inglês)
16.  Venha O Teu Reino, (Estudos, vol. 3) pg. 327 (edição em inglês)
17.  Testemunhas de JeováProclamadores do Reino de Deus, 1993, pg. 201; O Mistério Consumado, (Estudos, vol. 7) 1917, pg. 60 (edição em inglês)
18. Tradução do Novo Mundo, 1984, pg. 5
19.  Veja também João 9:5, 9
20.  Na edição de 1969, de A Tradução Interlinear do Reino das Escrituras Gregas da Sociedade Torre de Vigia, págs. 1158-1159, a Sociedade citou erradamente o livro, A Manual Grammar of the Greek New Testament , de Dana e Mantey, para tentar apoiar a sua tradução de “um deus” em João1:1. Em resposta, o Dr. Julius Robert Mantey, Professor de Grego e do Novo Testamento no Northern Baptist Theological Seminary de Chicago, em Illinois,  escreveu um relatório de duas páginas intítulado, “A Grossly Misleading Translation.” (Uma Tradução Extremamente Enganadora).
21.  Todas as citações bíblicas usadas, são retiradas da Tradução do Novo Mundo das Escrituras Sagradas em português, ed. 1986 da Watch Tower Bible and Tract Society of Pennsylvania.
22.  Testemunhas de JeováProclamadores do Reino de Deus, 1993, págs. 133-134;  Profecia, 1929, p. 65 (edição em inglês)
23.  A Sociedade ensina que Jesus NÃO é o Mediador para “toda” a humanidade.  Veja Segurança Em Toda A Terra, no capítulo,“O Princípe da Paz”, 1986, pg. 10

Print Friendly, PDF & Email

This post is also available in: EspanholTchecoItalianoRussoInglêsPortuguese