A Divindade De Jesus Cristo

Who is Jesus?

A DIVINDADE DE JESUS CRISTO

“Porquanto, nele [Cristo], habita, corporalmente, toda a plenitude da Divindade.”—Almeida Revista e Atualizada

 RESUMO DOS CONTEÚDOS:

1.  DEFININDO A “TRINDADE”
2.  É A “TRINDADE” UMA DOUTRINA DO PAGANISMO?
3.  OS PAIS ANTE-NICÉIA E A DOUTRINA DA TRINDADE
4.  A PESSOA DE JESUS CRISTO:Jesus Cristo, o Filho de Deus, é Deus e Homem.”
5.  A PESSOA DE JESUS CRISTO:  “O Filho procede do Pai: não foi feito, nem criado, mas gerado.…”
6.  A PESSOA DE JESUS CRISTO:  “Igual ao Pai segundo a Divindade; e menor que o Pai, segundo a Humanidade.”
7.  JESUS RECEBE ADORAÇÃO ASSIM COMO O PAI
8.  JESUS COLOCA O SEU NOME NO ESPÍRITO SANTO DE DEUS
9.  JESUS POSSUI A AUTORIDADE PARA PERDOAR PECADOS
10. JESUS POSSUI A AUTORIDADE PARA DAR VIDA ETERNA:
11. JESUS É O GRANDE DEUS E SALVADOR
12. JESUS É O TODO-PODEROSO JEOVÁ

 1. DEFININDO A “TRINDADE”:

“Sem confundir as Pessoas; nem separar a Substância. Porque uma só é a Pessoa do Pai, outra a do Filho, outra a do Espírito Santo…Assim o Pai é Deus, o Filho é Deus e o Espírito Santo é Deus. E contudo, não são três Deuses, mas um só Deus…O Filho procede do Pai: não foi feito, nem criado, mas gerado…A pureza da nossa fé consiste, pois em crer ainda e confessar que Nosso Senhor Jesus Cristo, o Filho de Deus, é Deus e Homem…Igual ao Pai segundo a Divindade; e menor que o Pai, segundo a Humanidade.”—Credo de Atanásio

  • Não é MODALISMO: três pessoas em uma pessoa
  • Não é TRITEÍSMO: três deuses em um só Deus
  • É três pessoas distintas em um só Deus.

4 Pilares da Doutrina da Trindade:

  1. O Pai é chamado de Deus em 1 Pedro 1:2
  2. O Filho é chamado de Deus em João 20:28
  3. O Espírito Santo é chamado de Deus em Atos 5:3-4
  4. um só Deus verdadeiro – João 17:3

2. É A “TRINDADE” UMA DOUTRINA DO PAGANISMO?

  • Na publicação da Torre de Vigia sobre a Trindade, a Sociedade cita várias pessoas para tentar provar que a doutrina da Trindade no cristianismo é uma infiltração do paganismo. Eles declaram: “O historiador Will Durant observou: “O cristianismo não destruiu o paganismo; ele o adotou.…”—Deve-se Crer na Trindade?, pág. 11
  • No contexto da sentença, Will Durant escreveu: “Parece incrível que o Apocalipse e Quarto Evangelho devam ter vindo da mesma origem. O Apocalipse é poesia Judaica, o Quarto Evangelho é filosofia Grega.… Assim como Philo, que aprendeu na especulação Grega, sentiu a necessidade de reformular o Judaísmo de formas aceitáveis para os amantes de lógica Gregos, também João…procurou dar um tom filosófico Grego à mística doutrina Judaica de que a Sabedoria de Deus era um ser vivo, e com a doutrina Cristã de que Jesus era o Messias. Conscientemente ou não, ele continuou o trabalho de Paulo de separar o Cristianismo do Judaísmo.…Assim o mundo pagão—até mesmo o mundo anti-Semítico—poderia tê-lo aceite como seu. O Cristianismo não destruiu o paganismo; ele o adotou.”— (A História da Civilização: Parte III, César e Cristo), págs. 594, 595 (edição em inglês)
  • Você acredita que os escritores da Bíblia, tal como João e Paulo, incorporaram a “filosofia grega” nos seus escritos, porque eles usaram termos e idéias que eram idênticos aos encontrados na falsa religião pagã? Você concorda com este historiador que a Torre de Vigia cita? Você acredita que a Bíblia é a fonte do paganismo no cristianismo e que o cristianismo “adotou” o paganismo porque a Bíblia é do paganismo?
  • “E no livro Egyptian Religion (Religião Egípcia), Siegfried Morenz diz: “A trindade era uma das principais preocupações dos teólogos egípcios… Três deuses são combinados e tratados como se fossem um único ser, a quem se dirigem no singular. Deste modo, a força espiritual da religião egípcia mostra ter um vínculo direto com a teologia cristã.” — Deve-se Crer na Trindade?, pág. 11
  • Siegfried Morenz, de fato, ensina: “…a doutrina da criação pela palavra …foi um dos principais elementos da cosmogonia Egípcia.…Menos importante, mas mais claramente compreensível, é a influência da crónica da corte Egípcia na forma literária dos Israelitas da crónica de Davi e Salomão.…a famosa lista de pedidos pelo Príncipe da Paz, de Isaías.…é derivado provavelmente a partir dos títulos honoríficos do rei Egípcio.…Outras passagens podem, contudo, ser declaradas de inspiração Egípcia: por exemplo, a Egípcia…lista do conhecimento, que foi a base dos provérbios que o rei Salomão falou.… formas religiosas da terra do Nilo também tiveram um efeito sobre o Novo Testamento e sobre o primitivo Cristianismo.…um conceito que figura no Novo Testamento e que foi retirado de origem Egípcia, a parábola de Jesus do Rico e do Lázaro.…a associação entre um navio e a língua na Epístola de S. Tiago, que era originalmente Egípcia. Romanos: o proverbial “brasas de fogo” que deveria ser colocadas sob o inimigo – derivaram de um rito de penitência Egípcio tardio.…a aclamação … ‘Deus é um’…é derivado de alguém ao serviço de Sarapis.…e isto, por sua vez, vem da forma primitiva de teólogos Egípcios ‘Um é Amon.”— Egyptian Religion (Religião Egípcia), 1973,págs. 251-254 (edição em inglês)
  • Você acredita que a “doutrina da criação através da palavra” deriva da “Cosmogonia egípcia”? Você acredita que “crônica de David e Salomão” de Israel foi derivada da “crônica da corte egípcia”? E o que dizer da “parábola do rico e de Lázaro” de Jesus e da “associação entre o navio e a língua” de Tiago, que são idênticas aos conceitos religiosos no Egito que existiam antes da escrita dessas idéias bíblicas? Iremos nós discutir que estes conceitos da Bíblia tiveram a sua origem na religião pagã falsa, simplesmente porque estes conceitos existiam antes da exposição das Escritura desses pensamentos? Será que estamos a argumentar que a doutrina bíblica de que “Deus é Um” é “derivada” da antiga forma dos teólogos egípcios “Um é Amon”, porque existia nesta cultura pagã antes de Moisés a ter escrito em Êxodo e Deuteronômio? Então, como pode alguém argumentar com toda a certeza, que a doutrina da Trindade é derivada do paganismo, simplesmente porque existiam conceitos semelhantes na cultura pagã antes da formulação de credos cristãos, tais como o credo de Atanásio?

Você já viu uma nota falsa de 3,00 €? Obviamente, uma vez que não existe nenhuma nota de 3,00 €, seria em vão falsificar uma nota de 3,00 €, porque seria facilmente reconhecida. Como o propósito da falsificação é enganar as pessoas, por substituir a falsificação pelo genuino, o dinheiro falsificado é projetado para assemelhar-se apenas às notas autênticas. Este mesmo princípio aplica-se ao reino espiritual. Simplesmente porque se pode encontrar numerosas semelhanças entre as doutrinas bíblicas e religiões pagãs, isto não prova que essas doutrinas são derivadas do paganismo. Em vez disso, pelo contrário, tal fato comprova as táticas enganosas de Satanás em falsificar a verdade de Deus.

 

3. OS PAIS ANTE-NICÉIA E A DOUTRINA DA TRINDADE:

 

  • Na página 7, da brochura da Torre de Vigia Deve-se Crer na Trindade, a Torre de Vigia deturpa o que os “Pais Ante-Nicéia” ensinaram concernente à identidade do Cristo. O seu ponto é que “o testemunho da Bíblia e da história deixa claro que a Trindade era desconhecida durante os tempos bíblicos e por vários séculos depois.”— Deve-se Crer na Trindade, pág. 7
  • Outro exemplo de engano da Torre de Vigia, é o que eles dizem acerca de Clemente de Alexandria.  Eles dizem que: “Clemente de Alexandria, falecido por volta de 215 EC, chamou Deus de “o incriado e imperecível Deus e único Deus verdadeiro”. Disse que o Filho “vem logo depois do único Pai onipotente”, mas não é igual a ele.”—Deve-se Crer na Trindade?, pág. 7
  • Mas Clemente na verdade ensinou: “…a Palavra Divina, Ele que é verdadeiramente a Divindade mais manifesta, Ele que é feito igual ao Senhor do universo, porque Ele era o Seu Filho, e o Verbo estava em Deus …. Eu entendo nada mais do que a Santíssima Trindade para significar, que o terceiro é o Espírito Santo, e o Filho é o segundo, por quem todas as coisas foram feitas de acordo com a vontade do Pai.… Houve, então, uma Palavra que importou uma eternidade não começada, como também a própria Palavra, isto é, o Filho de Deus, que, sendo, por igualdade de substância, um com o Pai, é eterno e incriado.”–The Ante-Nicene Fathers (Os Pais Ante-Nicéia), vol. 2, págs. 202, 468, 574 (edição em inglês)

 

4. A PESSOA DE JESUS CRISTO:Jesus Cristo, o Filho de Deus, é Deus e Homem.”

 

  • Em JÓ 38:7 os anjos são chamados de “filhos de Deus”, mas ainda lemos em Hebreus 1:5 que nenhum anjo é chamado “Filho de Deus”.
  • HEBREUS 1:4-6: “De modo que ele se tornou melhor do que os anjos, a ponto de ter herdado um nome mais excelente do que o deles. Por exemplo, a qual dos anjos disse ele alguma vez: “Tu és meu filho; hoje eu me tornei teu pai”…E todos os anjos de Deus lhe prestem homenagem.”1.
  •   NOTA: A palavra grega traduzida προσκυνεω-proskuneo “homenagem” na Tradução do Novo Mundo nesta passagem, significa “adoração” que só pertence a Deus. (Veja Atos 10:25-26)
  • Se os anjos são chamados de “filhos de Deus”, e Jesus é outro “filho de Deus” como todos os outros anjos, por que o escritor aos Hebreus diz “a qual dos anjos disse jamais: Tu és meu Filho” ? Por que ele iria fazer essa pergunta quando todos os anjos são chamados de “filhos”? Será que ele está indicando que a relação de Jesus com o Pai como “Filho”, é diferente da relação que os anjos têm como “filhos de Deus”?

Em João 6:62 Jesus é chamado de “Filho do Homem”? Jesus nasceu de um “homem”? Deus é um Homem?2.

Em que sentido é a relação de Jesus com o Pai como seu “filho” diferente da dos anjos?

JOÃO 19:7:  “Os judeus responderam-lhe: “Nós temos uma lei, e é segundo a lei que ele deve morrer, porque se fez filho de Deus.”

 

  • Que “lei” os judeus entenderam que Jesus quebrou pela sua pretensão de ser o “Filho de Deus”? Note-se a referência cruzada na TNM a Levítico 24:16: “quem maldisser o nome de Jeová, sem falta deve ser morto….”
  • Por que foi a afirmação de Jesus de ser o “Filho de Deus” considerada blasfêmia?

O povo judeu nos dias de Jesus entendia o termo “filho de…” como significando “da ordem ou natureza …” Portanto, quando Jesus afirmou ser o “Filho de Deus”, os judeus entenderam que Ele estava afirmando ser “da ordem ou natureza de Deus”. Observe as seguintes passagens:

  • 1 REIS 20:35: “Filhos dos profetas” significa “da ordem dos profetas.
  • NEEMIAS 12:28:  “Filhos dos cantores” significa “da ordem dos cantores.
  • EFÉSIOS 2:2:  “Filhos da desobediência” significa “ter uma natureza desobediente”.
  • JOÃO 6:62:  “Filho do Homem” significa “da ordem e da natureza do Homem”.
  • JOÃO 5:18:  “Filho de Deus” significa “da ordem e natureza de Deus”.

“Deveras, por esta razão, os judeus começaram ainda mais a procurar matá-lo, porque não somente violava o sábado, mas também chamava a Deus de seu próprio Pai, fazendo-se igual a Deus.”–João 5:18

 

5. A PESSOA DE JESUS CRISTO:  “O Filho procede do Pai: não foi feito, nem criado, mas gerado.…”

 

  • JOÃO 1:18: “Nenhum homem jamais viu a Deus; o deus unigênito, que está [na posição] junto ao seio do Pai, é quem o tem explicado.”

“Pensou-se que o termo veio de μονος (monos), ou seja, “apenas” e γενναω (gennao), que significa “nascido”. No entanto, mais pesquisas determinaram que o termo é derivado não de γενναω mas de γενος (genos), significando ‘espécie’ ou ‘tipo’. Daí a melhor tradução, “único” ou “um de um tipo”.  —The King James Only Controversy (A Única Controvérsia da Rei Jaime), pág. 259 (edição em inglês)

  • A palavra grega (γεγεννηκα-gegennaka) para “tornar-se o seu pai” em Hebreus 1:5 é muitas vezes traduzida como “gerado”. Se “gerado” significa que Jesus foi “criado” (conforme as reivindicações da Torre de Vigia), por que o escritor de Hebreus indica que Jesus é o único “Filho de Deus”, que foi “gerado”? Isso não prova que “gerado” não pode se referir a um chamado evento de criação, mas sim à “singularidade” de Jesus como o “Filho de Deus” por natureza e àquele que se tornou o “Filho do Homem” na encarnação (vindo para a Terra), evento esse que teve lugar no ventre de Maria?

Mas alguns podem perguntar: “Como Jesus pode ser Deus, se João 1:18 diz que “Nenhum homem jamais viu a Deus…’ Visto que nenhum homem viu a Deus e Jesus foi visto por muitos homens, não prova isso que Ele não pode ser Deus?” Aqueles que afirmam tal argumento esquecem o fato do que foi dito de Jesus em Colossenses 1:15: “…Ele é a imagem do Deus invisível, o primogênito de toda a criação….”  A razão pela qual nenhum homem viu o Deus Pai é porque Ele é “invisível” e “…que mora em luz inacessível, a quem nenhum dos homens tem visto nem pode ver.” (1 Timóteo 6:16). É por isso que quando Filipe perguntou a Jesus: “…mostra-nos o Pai, e isso chega para nós.” Jesus disse-lhe: “Tenho estado tanto tempo convosco e ainda não vieste a conhecer-me, Filipe? Quem me tem visto, tem visto [também] o Pai. Como é que dizes: ‘Mostra-nos o Pai’? (João 14:8-9) Uma vez que ninguém pode ver o Pai, Jesus (o Deus unigênito = único e exclusivo Deus) “explicou-O” ou fez Ele se manifestar. Assim, vemos que o Senhor que apareceu a Isaías é de fato o próprio Jesus!

ISAÍAS 6:1, 5: “No ano em que morreu o Rei Uzias, eu, no entanto, cheguei a ver Jeová… “Ai de mim! pois os meus olhos viram o próprio Rei, Jeová dos exércitos!”

JOÃO 12:35, 37-38, 41-42: “Jesus disse-lhes, portanto: “A luz estará entre vós por mais um pouco de tempo… não depositavam fé nele, de modo que se cumpriu a palavra de Isaías, o profeta…. Isaías disse estas coisas, porque viu a sua glória e falou dele. De qualquer modo, muitos dos próprios governantes depositavam realmente fé nele….”

NOTA: A referência de rodapé “e” na margem da Tradução do Novo Mundo das Testemunhas de Jeová da Bíblia para João 12:37 faz referência a esta passagem de volta para Isaías 6:1. Mais uma vez confirmando que Jesus é o Senhor referido na passagem.

QUEM É JEOVÁ? Nenhum homem jamais viu a Deus (João 1:18). Deus não é um homem (Oséias 11:9), mas Ele é “espírito” (João 4:24). Quem é este Jeová que aparece como um “homem”, tem “mãos” e “pés”, “come” comida e fala aos homens visivelmente e “cara-a-cara”? Ele é o pré-encarnado Jesus Cristo! 

  • GÊNESIS 32:24, 28-30: “Finalmente, Jacó ficou sozinho. Um homem começou então a engalfinhar-se com ele até subir a alva…pois contendeste com Deus… ‘Tenho visto a Deus face a face e ainda assim foi livrada a minha alma.”
  • GÊNESIS 18:1-5, 8, 33; 19:1: “Jeová apareceu-lhe posteriormente…. Ao levantar os seus olhos, olhou e eis que havia três homens parados… Disse então: ‘Jeová, se eu tiver agora achado favor aos teus olhos, por favor, não passes por teu servo… tome-se um pouco de água e terão de lavar-se os vossos pés… E deixai-me buscar um pedaço de pão, e revigorai os vossos corações… Ele mesmo ficou então de pé perto deles, debaixo da árvore, enquanto comiamJeová seguiu caminho…Ora, os dois anjos chegaram a Sodoma ao anoitecer….”
  • GÊNESIS 16:13: “Ela começou então a chamar o nome de Jeová que lhe falava: “Tu és um Deus de vista”, pois ela disse: “Olhei aqui realmente para aquele que me vê?”“
  • ZACARIAS 14:3-5: ““E Jeová há de sair e guerrear contra essas nações…seus pés estarão realmente postados no monte das oliveiras…Jeová, meu Deus, certamente chegará, estando com ele todos os santos.”
  • ZACARIAS 11:13: “Nisso Jeová me disse: “Lança-o na tesouraria — o valor majestoso com que fui avaliado do seu ponto de vista.” Concordemente, tomei as trinta moedas de prata e lancei-as na tesouraria da casa de Jeová.”

COLOSSENSES 1:15: “Ele é a imagem do Deus invisível, o primogênito de toda a criação.”

“PRIMOGÊNITO” = SUPREMACIA DE POSIÇÃO:

  • SALMOS 89:27: Davi, que foi o último filho nascido de Jessé (1 Samuel 16:11) é chamado de “primogênito.”
  • JEREMIAS 31:9: Efraim, que nasceu depois de Manassés (Genesis 41:51-52), é chamado de “primogênito”.
  • ÊXODO 4:22: Israel é chamado de filho “primogênito” de Deus.
  • JÓ 18:13: Uma doença é chamada de “o primogênito da morte”.
  • COLOSSENSES 1:18:  Jesus é chamado de “primogênito dentre os mortos”.
  • Se “primogênito” significa primeiro-criado, por que o apóstolo Paulo usa o termo prototokos que significa “primogênito” ou “um proeminente”, em vez do termo protoxtioti que significa “primeiro-criado”?

Todo o contexto de Colossenses, capítulo um, está falando sobre a supremacia de Cristo como sendo o Criador, em vez de pertencer à criação. É neste sentido que Cristo é chamado de o “primogênito” ou um proeminente da criação. De fato, “…Ele é o princípio, o primogênito dentre os mortos, para se tornar aquele que é primeiro em todas as coisas; porque [Deus] achou bom que morasse nele toda a plenitude.” –Colossenses 1:18-19

COLOSSENSES 2:9: “Porquanto, nele, habita, corporalmente, toda a plenitude da Divindade.”—Almeida Revista e Atualizada

 

JEOVÁ DEUS     JESUS CRISTO
ISAÍAS 44:24: “Assim disse Jeová, teu Resgatador e Aquele que te formou desde o ventre:
Eu, Jeová, faço tudo, estendendo os céus por mim mesmo, estirando a terra. Quem estava comigo?”
JOÃO 1:3:Todas as coisas vieram à existência por intermédio dele,
e à parte dele nem mesmo uma só coisa veio à existência. O que veio à existência.”

NOTA: Em Romanos 11:36 e Hebreus 2:10 todas as coisas são ditas como sendo criadas “através” do Pai. Uma vez que é insustentável argumentar que o Pai não é o Supremo Criador, porque todas as coisas foram criadas “através” Dele, é também insustentável argumentar que Jesus não é o Supremo Criador, simplesmente porque todas as coisas foram criadas “por meio” Dele.

AS COISAS QUE  “VIERAM A SER” (FORAM CRIADAS) ATRAVÉS DE CRISTO: AS COISAS QUE NUNCA “VIERAM A SER” PORQUE SEMPRE EXISTIRAM:

TODA A CRIAÇÃO: UNIVERSO

  • Tempo: Passado, Presente, Futuro
  • Espaço: Comprimento, largura, altura
  • Matéria: Energia, Movimento, Fenómeno

O DEUS TRINO:

  • O PAI: Salmos 90:2
  • O FILHO: João 8:58; Isaías 9:6; Heb. 7:3
  • O ESPÍRITO SANTO: Hebreus 9:14

 

  • ISAÍAS 9:6: “Porque um menino nos nasceu… E será chamado pelo nome de… Deus Poderoso, Pai Eterno….”
  • Uma vez que Jesus não é a mesma pessoa que o Pai, em que sentido é que Jesus é chamado o “Pai Eterno”? Algumas traduções judaicas da passagem, tornaram esta frase como “Pai da eternidade.” Visto que Jesus não tem “princípio de dias” (Heb.7:3), Ele é realmente o “Pai da eternidade”, como Aquele que possui a eternidade.
  • PROVÉRBIOS 8:22-23: “O próprio Jeová me produziu como princípio do seu caminho, a mais antiga das suas realizações de há muito. Fui empossada desde tempo indefinido, desde o começo, desde tempos mais remotos do que a terra.”
  • Se a sabedoria teve de ser criada (foi “produzida”), devemos concluir que Jeová Deus não tinha sabedoria até que Ele a criou?3.

    É óbvio que Deus não seria Deus se houve um momento em que Ele estava sem sabedoria. Portanto, devemos reconhecer que a sabedoria é tão eterna como Deus é. Na verdade, a mesma palavra hebraica traduzida como “eterno” ou “tempo indefinido” (owlam), que é usado para expressar a natureza eterna de Deus no Salmo 90:2, é usada para expressar a natureza eterna da sabedoria em Provérbios 8:23. Assim, se Jesus é “sabedoria” personificada, então Jesus deve ser tão “eterno” como Jeová Deus é!

    De acordo com Hebreus 7:3, Melquisedeque, que era um retrato de Cristo, “não tendo nem princípio de dias nem fim de vidasemelhante ao Filho de Deus.”4. Na verdade, nosso Sumo/ Sacerdote Mediador, Jesus Cristo, não tem “princípio de dias,” pois nada que foi criado surgiu “sem ele.” (João 1:3)

  • REVELAÇÃO 3:14: “E ao anjo da congregação em Laodicéia escreve: Estas coisas diz o Amém, a testemunha fiel e verdadeira, o princípio da criação de Deus…”

    “Princípio” [grego: arkhé] não pode corretamente ser interpretado para significar que Jesus era o ‘principiador’ da criação de Deus. Em seus escritos bíblicos, João usa diversas formas da palavra grega arkhé mais de 20 vezes, e estas sempre têm o significado comum de “princípio”. Sim, Jesus foi criado por Deus como o princípio das criações invisíveis Deste.”— Deve-se Crer na Trindade?, pág. 14

    A Sociedade diz que o uso de João da palavra “princípio” “sempre” tem o significado de “princípio”. Mas em Revelação 21:6 e 22:13, João cita O Deus Todo-Poderoso como afirmando que Ele é “o começo e o fim . “Por que é Jeová Deus chamado de o “princípio”?

    Uma vez que essa passagem ensina que Jeová Deus é o “princípio”, isso significa que Jeová Deus teve um “começo”? Obviamente, que não! Então, Jeová Deus, é o “princípio” de quê? Não é óbvio que Ele é o “princípio” de todo o universo criado? Visto que Jeová é o “princípio” da sua criação, isto prova que o próprio Jeová teve um começo”?

    Se Jeová Deus é chamado de o “princípio” do universo criado e Ele não é considerado como sendo parte do que Ele começou (Rev. 21:6), por que não pode Jesus ser chamado de o “princípio” da criação e Ele não ser considerado como parte da criação que Ele começou? Se a palavra grega “arche” é utilizada para indicar o poder e a autoridade de Jeová como o autor ou “princípio” da criação, não é defensável argumentar que arche não pode ser aplicado a Cristo para indicar o Seu poder e autoridade como o “princípio” da criação?

    Contrariamente às alegações da Sociedade, a palavra grega arche (αρχη) é usada para designar não apenas alguém que é um criador, mas também alguém que é um governante ou magistrado. Na verdade, é a partir dessa palavra grega que as nossas palavras inglesas “arquiteto” e “arcebispo” são derivadas. Observe como arche é traduzida nas seguintes passagens encontradas na versão do Rei James da Bíblia:

    ARCHE = GOVERNANTE OU MAGISTRADO:

    • LUCAS 12:11: “quando vos levarem perante assembléias públicas, e [perante] funcionários do governo e autoridades….”
    • LUCAS 20:20: “…a fim de que o pudessem apanhar na palavra, para o entregarem ao governo e à autoridade do governador.”
    • 1 CORÍNTIOS 15:24: “…tendo reduzido a nada todo governo, e toda autoridade e poder.”
    • COLOSSENSES 2:10: “E assim possuís uma plenitude por meio dele, sendo ele a cabeça de todo governo e autoridade.…”

    .

    No que diz respeito a arche sendo usado para se referir ao originador de algo, note como archegos (archgoV) derivativo de arche é traduzido nas seguintes passagens encontradas na Bíblia Almeida Revista e Atualizada:

    ARCHE = ORIGINADOR:

    • ATOS 3:15: “matastes o Autor da vida.…”
    • HEBREUS 2:10: “…aperfeiçoasse, por meio de sofrimentos, o Autor da salvação deles..”
    • HEBREUS 12:2:  “…olhando firmemente para o Autor e Consumador da fé…”

    Como é evidente pela forma como arche é traduzida nestas passagens, a afirmação da Sociedade de que arche não pode ser aplicada a Cristo como o “princípio da criação de Deus” é totalmente sem mérito. Em Revelação 3:14, a Escritura está na verdade a ensinar que Jesus Cristo é o Arquiteto e Soberano da criação, pois toda a criação começou com Cristo.

6.  A PESSOA DE JESUS CRISTO:  “Igual ao Pai segundo a Divindade; e menor que o Pai, segundo a Humanidade.”

 

  • JOÃO 14:28: “O Pai é maior do que eu.”

  • Em João 14:12, é ditto aos cristãos para fazer “obras maiores” do que Jesus. Isso significa que nossas obras são “melhores” do que as obras de Jesus?
  • Um “ancião” está numa “maior” posição do que um “servo ministerial”, isso significa que o “ancião” tem uma “melhor” natureza humana?

    Podemos ver que “no que toca à sua humanidade”, Jesus é “inferior ao Pai” visto que o Pai estava numa “maior” posição (estando no Céu) do que Jesus estava aqui na terra. Mas isso não prova que Jesus era um Deus “inferior”, simplesmente porque o Pai está numa “maior” posição de autoridade, do que Jesus estava aqui na terra.

    • 1 CORÍNTIOS 15:28: “…o próprio Filho também se sujeitará Àquele que lhe sujeitou todas as coisas, para que Deus seja todas as coisas para com todos.”
    • Em LUCAS 2:51, lemos que Jesus “continuou em sujeição” a Maria e José. Será que isso significa que Ele era inferior a eles?
    • 1 CORÍNTIOS 11:3 afirma que, assim como Deus o Pai é o “cabeça” de Cristo, a “cabeça de uma mulher é o homem.” Isso significa que a mulher é “inferior” ao homem, porque ela opera sob a autoridade de seu marido?

    Assim como a submissão numa relação de casamento traz unidade e harmonia ao casamento, então há uma subordinação funcional que existe entre o Pai e o Filho. Mas essa subordinação não prova que Jesus seja menos Deus na Sua natureza do que o Pai é.

    • JOÃO 20:17:  “…Eu ascendo para junto de meu Pai e vosso Pai, e para meu Deus e vosso Deus.”
    • Porque Jesus foi sempre tão cuidadoso em distinguir a Sua relação com o Pai, da relação que os Seus seguidores têm com o Pai? Porque Ele disse: “Eu vou para meu Pai e vosso Pai” em vez de dizer: “Eu vou para o Pai”? Jesus é o Filho de Deus por natureza, ao passo que nós somos filhos de Deus por adoção (João 1:12).

    Como Filho de Deus, Jesus possui a mesma natureza de Deus (João 5:18, 19:7), mas na encarnação, Jesus assumiu a natureza do homem e, portanto, tornou-se o “Filho do Homem” (João 6:64 ). Enquanto na sua natureza divina, Jesus ainda possui o poder e a autoridade de Deus, é na sua natureza humana que Jesus se refere ao Pai como Seu Deus.

    • MARCOS 13:32: “Acerca daquele dia e daquela hora ninguém sabe… nem o Filho, senão o Pai.”

    Do ponto de vista da sua humanidade, Jesus não “sabe” certas coisas, mas do ponto de vista da Sua Divindade, Jesus sabe “todas as coisas” (João 16:30).

 

JEOVÁ DEUS JESUS CRISTO
1 REIS 8:39: “então, que tu mesmo ouças desde os céus, teu lugar estabelecido de morada, e terás de perdoar e agir, e dar a cada um segundo todos os seus caminhos, porque conheces o seu coração (porque somente tu conheces bem o coração de todos os filhos da humanidade).” JOÃO 2:24-25: “Mas o próprio Jesus não se confiava a eles, porque os conhecia a todos e porque não tinha necessidade de que alguém desse testemunho do homem, pois ele mesmo sabia o que havia no homem.”

 

  • JOÃO 16:30: “Agora sabemos que sabes todas as coisas….”
  • JOÃO 18:4: “Jesus, portanto, sabendo todas as coisas que lhe sobrevinham….”
  • MATEUS 9:4: “E Jesus, sabendo os seus pensamentos, disse…”
  • JOÃO 21:17: “…De modo que lhe disse: “Senhor, tu sabes todas as coisas; tu te apercebes que eu tenho afeição por ti.”
JEOVÁ DEUS JESUS CRISTO
 JEREMIAS 17:9-10: “O coração é mais traiçoeiro do que qualquer outra coisa e está desesperado. Quem o pode conhecer? Eu, Jeová, esquadrinho o coração, examino os rins, sim, para dar a cada um segundo os seus caminhos, segundo os frutos das suas ações.”  REVELAÇÃO 2:18, 23: “…diz o Filho de Deus… ‘de modo que todas as congregações saberão que sou eu quem pesquisa os rins e os corações, e eu vos darei individualmente segundo as vossas ações.’ ”

7.  JESUS RECEBE ADORAÇÃO ASSIM COMO O PAI:

REVELAÇÃO 5:8-9, 11-14: “E, ao tomar o rolo, as quatro criaturas viventes e os vinte e quatro anciãos prostraram-se diante do Cordeiro, cada um [deles] tendo uma harpa e tigelas de ouro cheias de incenso, e o [incenso] significa as orações dos santos. E cantam um novo cântico, dizendo: “Digno és….’ E eu vi, e ouvi uma voz de muitos anjos…e dos anciãos…dizendo com voz alta: “O Cordeiro que foi morto é digno de receber o poder, e as riquezas, e a sabedoria, e a força, e a honra, e a glória, e a bênção.” E toda criatura que está no céu, e na terra, e debaixo da terra, e no mar, e todas as coisas neles, eu ouvi dizer: “Ao que está sentado no trono e ao Cordeiro seja a bênção, e a honra, e a glória, e o poderio para todo o sempre.” E as quatro criaturas viventes diziam: “Amém!” e os anciãos prostraram-se e adoraram.”— Tradução do Novo Mundo

ALMEIDA REVISTA E ATUALIZADA:  JOÃO 14:14
“Se me pedirdes alguma coisa em meu nome, eu o farei.”

TRADUÇÃO INTERLINEAR DO REINO TRADUÇÃO DO NOVO MUNDO
 JOÃO 14:14: “Se sempre algo vocês pedirem me em o nome de mim isto eu farei.”  JOÃO 14:14: “Se pedirdes algo em meu nome, eu o farei.”

NOTA: A Tradução do Novo Mundo da Sociedade deixa de fora o “me” em “Pedir-me” neste versículo, porque as Testemunhas de Jeová não acreditam que Jesus deve receber adoração pela oração. Não só Jesus encoraja os seus seguidores a orar diretamente a Ele, como Jesus também é o único que responde às orações!5.  

ATOS 7:59: “E atiravam pedras em Estêvão, enquanto ele fazia apelo e dizia: “Senhor Jesus, recebe meu espírito.’ “

NOTA: Estevão fez a sua oração (apelo) a Jesus DEPOIS da sua visão de Jesus nos versículos 54-55. Imediatamente após a visão de Estevão de Jesus, os judeus “arremeteram à uma contra ele” e “depois de o lançarem fora da cidade, começaram a atirar pedras nele.” (Vers. 57-58) Assim, Estevão NÃO OROU A JESUS DURANTE A SUA VISÃO, mas imediatamente antes dela.

2 CORÍNTIOS 12:8-9: “Neste respeito supliquei três vezes ao Senhor para que isso se afastasse de mim; contudo, ele me disse realmente: “Basta-te a minha benignidade imerecida; pois o [meu] poder está sendo aperfeiçoado na fraqueza.” De muito bom grado, portanto, jactar-me-ei antes com respeito às minhas fraquezas, para que o poder do Cristo permaneça sobre mim igual a uma tenda.”

Aqui vemos que Paulo ora a Jesus “três vezes” e é Jesus quem dá resposta à oração. Assim, Paulo percebe que é o “poder” de Jesus, que é a sua força.

MATEUS 4:10: “Jesus disse-lhe então:…‘É a Jeová, teu Deus, que tens de adorar e é somente a ele que tens de prestar serviço sagrado.’ “

Visto que Jeová Deus é o ÚNICO que devemos adorar, não é o fato de Jesus ser “adorado”, juntamente com o Pai e receber e responder às orações, prova de que Jesus é Deus Todo-Poderoso?

JOÃO 5:23: “a fim de que todos honrem o Filho, assim como honram o Pai. Quem não honrar o Filho, não honra o Pai que o enviou.”

 

8.  JESUS COLOCA O SEU NOME NO ESPÍRITO SANTO DE DEUS:

Existem dois “Espíritos Santos”? É o Espírito Santo, o Espírito de Deus ou Espírito de Jesus?

ATOS 16:6-7: “Ainda mais, passaram pela Frígia e pelo país da Galácia, porque estavam proibidos pelo espírito santo de falar a palavra dentro [do distrito] da Ásia. Outrossim, descendo a Mísia, fizeram esforços para entrar na Bitínia, mas o espírito de Jesus não lhes permitiu isso.”

ROMANOS 8:9: “No entanto, vós estais em harmonia, não com a carne, mas com o espírito, se o espírito de Deus verdadeiramente morar em vós. Mas, se alguém não tiver o espírito de Cristo, este não pertence a ele.”

 

9. JESUS POSSUI A AUTORIDADE PARA PERDOAR PECADOS:

Uma vez que somente Deus tem o poder de perdoar os pecados, quem revela ser Jesus?

MARCOS 2:5-9, 10, 11: “E, quando Jesus viu a fé que tinham, disse ao paralítico: “Filho, teus pecados estão perdoados.” Ora, alguns dos escribas estavam ali… e raciocinavam nos seus corações: ‘…Ele está blasfemando. Quem pode perdoar pecados senão um só, Deus?” Mas, Jesus, tendo discernido imediatamente pelo seu espírito que estavam raciocinando deste modo no íntimo, disse-lhes: “Por que estais raciocinando essas coisas em vossos corações?… Mas, a fim de que saibais que o Filho do homem tem na terra autoridade para perdoar pecados” — ele disse ao paralítico: — ele disse ao paralítico: “Eu te digo: Levanta-te, apanha a tua maca e vai para a tua casa.”

 

10. JESUS POSSUI A AUTORIDADE PARA DAR VIDA ETERNA:

Você “veio a Jesus”, pedindo que lhe dê a vida eterna?

JOÃO 10:28: “E eu lhes dou vida eterna e elas não serão jamais destruídas, e ninguém as arrebatará da minha mão.”

JOÃO 5:39-40: “Pesquisais as Escrituras, porque pensais que por meio delas tereis vida eterna; e estas mesmas são as que dão testemunho de mim. Contudo, vós não quereis vir a mim para ter vida.”

 

11. JESUS É O GRANDE DEUS E SALVADOR.

ALMEIDA REVISTA E ATUALIZADA:   TITO 2:13

“ aguardando a bendita esperança e a manifestação da glória do nosso grande Deus e Salvador Cristo Jesus;”

TRADUÇÃO INTERLINEAR DO REINO TRADUÇÃO DO NOVO MUNDO
TITO 2:13: “aguardando a feliz esperança e manifestação da glória do τοῦ μεγάλου θεοῦ καὶ σωτῆρος ἡμῶν Ἰησοῦ Χριστοῦ” (literalmente: “o grande Deus e Salvador de nós, Jesus Cristo”) TITO 2:13: “ao passo que aguardamos a feliz esperança e a gloriosa manifestação do grande Deus e [do] Salvador de nós, Cristo Jesus”

 REGRA GRAMATICAL GREGA DE GRANVILLE SHARP:

  • No caso em que DOIS SUBSTANTIVOS que estão DESCREVENDO UMA PESSOA estão ligados com a palavra “E”, e o PRIMEIRO SUBSTANTIVO TEM O ARTIGO (“o”), enquanto o SEGUNDO SUBSTANTIVO NÃO, AMBOS OS SUBSTANTIVOS SE REFEREM À MESMA PESSOA. A regra Sharp é válida apenas para substantivos singulares substantivos — não-plurais, e não se destina a ser aplicado aos nomes próprios.

    ISAÍAS 43:11; 45:21:  “Eu é que sou Jeová, e além de mim não há salvador.”… Não fui eu, Jeová, além de quem não há outro Deus; Deus justo e Salvador, não havendo outro além de mim?”—Tradução do Novo Mundo

JESUS CRISTO JEOVÁ DEUS
1 PEDRO 3:14b-15a: “…No entanto, não temais o que eles temem, nem fiqueis agitados. Mas, santificai o Cristo como Senhor [kurion] nos vossos corações….” ISAÍAS 8:12-13: “…‘Conspiração!’ e não deveis temer aquilo de que eles têm medo, nem deveis estremecer diante dele. Jeová dos exércitos — é a Ele que deveis tratar como santo.”

12. JESUS É O TODO-PODEROSO JEOVÁ:

REVELAÇÃO 1:7-8: “Eis que ele vem com as nuvens e todo olho o verá, e aqueles que o traspassaram; e todas as tribos da terra baterão em si mesmas de pesar por causa dele. Sim, amém. “Eu sou o Alfa e o Ômega”, diz Jeová Deus, “Aquele que é, e que era, e que vem, o Todo-poderoso.”— Tradução do Novo Mundo

REVELAÇÃO 22: 12-13: “‘Eis que venho depressa, e a recompensa que dou está comigo, para dar a cada um conforme a sua obra. Eu sou o Alfa e o Ômega, o primeiro e o último, o princípio e o fim.”— Tradução do Novo Mundo

REVELAÇÃO 22:20: “Aquele que dá testemunho dessas coisas diz: ‘Sim; venho depressa.’” “Amém! Vem, Senhor Jesus.”— Tradução do Novo Mundo

 

  • ISAÍAS 44:6; 48:12: ““Assim disse Jeová, o Rei de Israel e seu Resgatador, Jeová dos exércitos: ‘Sou o primeiro e sou o último, e além de mim não há Deus… “Escuta-me, ó Jacó, e tu, Israel, meu chamado. Eu sou o Mesmo. Sou o primeiro. Além disso, sou o último.”— Tradução do Novo Mundo

    REVELAÇÃO 1:17-18; 2:8: “E quando o vi, caí como que morto aos seus pés. E ele pôs a sua mão direita sobre mim e disse: “Não temas. Eu sou o Primeiro e o Último, e o vivente; e fiquei morto, mas, eis que vivo para todo o sempre, e tenho as chaves da morte e do Hades’…. Estas coisas diz aquele, ‘o Primeiro e o Último’, que ficou morto e passou a viver [novamente].”—Tradução do Novo Mundo

  • REVELAÇÃO 1:7-8:
    Jesus está vindo.
    Jeová Deus, o “Alfa e Ômega”, está chegando.
    Não existem dois seres, mas apenas um “… que vem.”

    • REVELAÇÃO 22:12-13, 20:
    • O “Alfa e Ômega” está chegando “rapidamente.”
    • O “Alfa e Ômega” é “o primeiro e o último”, o “princípio e o fim”.
    • Aquele que vem “rapidamente” é o “Senhor Jesus”.”

ISAÍAS 44:6; 48:12:

    • REVELAÇÃO 1:17-18; 2:8:
    • Jeová é o “primeiro” e o “último.”
      O “Primeiro e o Último” é Jesus, “ficou morto e passou a viver [novamente].”

    QUEM É JESUS?
    Inúmeros títulos e atributos de Jeová encontrados nas Escrituras Hebraicas são aplicados diretamente a Jesus nas Escrituras Gregas Cristãs.6.

    • Jeová sabe “todas as coisas. (1 João 3:20; Salmos 147:5)  Jesus sabe “todas as coisas.” (João 16:30)
    • Jeová é o único que conhece os corações de todos os homens. (1 Reis 8:39; Jeremias 17:9-10) Jesus conhece os corações de todos os homens. (João 2:24-25; Rev. 2:18, 23)
    • Jeová é o nosso Santificador. (Êxodo 31:13)  Jesus santifica-nos. (Hebreus 10:10)
    • O Senhor é a nossa paz. (Juízes 6:23) Jesus é a nossa paz. (Efésios 2:14)
    • O Senhor é a nossa justiça. (Jeremias 23:6)  Jesus é a nossa justiça. (1 Coríntios 1:30)
    • Jeová é o nosso curador. (Êxodo 15:26) Jesus cura-nos. (Atos 9:34)
    • Jeová Deus habita em nós. (2 Coríntios 6:16)  Jesus está em nós. (Romanos 8:10)7.
    • O Senhor é o dador da vida, que não vai permitir que seu povo seja “arrancado” de sua mão. (Deuteronômio 32:39) Jesus é o doador da vida, que não vai permitir que o Seu povo seja “arrancado” de sua mão. (João 10:28)
    • A voz de Jeová era “como a voz de vastas águas.” (Ezequiel 43:2)  A voz de Jesus era “era como o som de muitas águas.” (Revelação 1:15)
    • Jeová está presente em todos os lugares. (Provérbios 15:3; Jeremias 23:24; I Reis 8:27)  Jesus é omnipresente. (João 1:48; Mateus 18:20; 28:20)
    • A natureza de Jeová não muda. (Malaquias 3:6) A natureza de Jesus não muda. (Hebreus 13:8)
    • Jeová é o único Deus que devemos “servir. (2 Reis 17:35) Jesus é para ser servido. (Col. 3:24)
    • Jeová é o único Deus que deve ser “adorado.” (Êxodo 34:14) Jesus recebe a mesma honra e “adoração” que o Pai recebe. (João 5:23, Revelação 5:11-14 compare com Rev. 4:10-11)8. Nenhum anjo pode receber “adoração”. (Revelação 22:8-9)
    • Jeová, o Senhor, deve ser separado como santo. (Isaías 8:12b-13) Jesus, tal como Jeová, deve ser separado como santo. (1 Pedro 3:14 b-15)
    • A glória de Jeová não é para ser dada a outro. (Isaías 42:8) Jesus partilha a glória de Jeová. (João 17:5)
    • O nome de Deus é Jeová (ou Javé ⎯ YHWH). (Isaías 42:8) Jesus tem o nome de Jeová. (João 17:11; João 16:14-15)
    • Jeová é o único Deus a ser mencionado na oração. (Êxodo 23:13) Os cristãos devem orar a Jesus. (João 14:14)
    • Chamar a Jeová (Joel 2:32) é o mesmo que chamar a Jesus. (Atos 2:21, Romanos 10:9-13) 9.
    • Jeová “o verdadeiro Deus” é chamado de “a vida eterna.” (1 João 5:20) Jesus é chamado de “a vida eterna.” (1 João 1:2)
    • Jeová é o “Deus poderoso.” (Jeremias 32:17-18, Isaías 10:20-21) Jesus é o “Deus Forte” (Isaías 9:6), que é “Todo-Poderoso.” (Revelação 1:7-8)  EXISTE APENAS UM DEUS. (1 Timóteo 1:17; Isaías 44:8)
    • Jeová é uma “luz eterna.” (Salmo 27:1, Isaías 60:19-20) Jesus é a luz dos homens e a luz eterna da futura cidade. (João 1:4-9, Revelação 21:23)
    • Jeová é “o primeiro e o último.” (Isaías 44:6; 48:12) Jesus é o primeiro “e o último.” (Revelação 1:17-18; 22:12-13, 20)
    • Jeová é o “Alfa e o Ômega.” (Revelação 1:8, Revelação 21:6-7) Jesus é o Alfa “e o Omega.” (Revelação 22:12-13, 20)
    • O título de Jeová é “o Santo.” (Isaías 47:4) Jesus é “o Santo”. (Atos 3:14, João 6:69)
    • Jeová é a “pedra de tropeço” de Israel. (Isaías 8:13-15) Jesus é a “pedra de tropeço” de Israel. (1 Pedro 2:6-8)
    • João Batista devia preparar o caminho para Jeová. (Isaías 40:3) “O Jeová” que veio foi Jesus. (Marcos 1:1-4; João 1:6-7, 23)
    • Jeová é aquele que foi “traspassado. (Zacarias 12:10)10. Jesus é Jeová traspassado. (Rev. 1:7-8)
    • Jeová, que foi vendido por 30 moedas de prata (Zacarias 11:13) é Jesus. (Mateus 27:2-6)
    • Jeová é o Senhor dos elementos. (Salmo 89:8-9) Jesus é o Senhor dos elementos. (Mateus 8:26-27; João 2:7-9)
    • Jeová é o grande juiz que dá a vida a quem ele quer e que torna a cada homem “de acordo” com as suas“ações.” (Salmos 98:9, Deuteronômio 32:39, Jeremias 17:9-10). Jesus é o único juiz que dá vida a quem ele quer e torna a cada homem “de acordo” com os seus “feitos”. (João 5:21-22; Revelação 2:18, 23)
    • Jeová é o único que pode perdoar pecados. (Marcos 2:7; Daniel 9:09) Jesus perdoa pecados. (Marcos 2:10-11, Lucas 24:46-47)
    • Jeová é o grande “pastor” que leva seu povo à “fonte da água da vida.” (Salmos 23:1-2, Apocalipse 21:6-7) Jesus como o “pastor” de seu povo, leva-o “às fontes da água da vida.” (João 10:11-18; Revelação 7:17) EXISTE APENAS UM PASTOR João 10:16.
    • Jeová é o “Senhor dos senhores.” (Deuteronômio 10:17) Jesus é o “Senhor dos senhores.”  (Revelação 17:14; 19:16) O Pai é o Senhor de tudo. (Mateus 11:25, Atos 17:24) Jesus é “Senhor de todos.” (Atos 10:36)  EXISTE APENAS UM SENHOR. (Judas 4)
    • Jeová é o Salvador. (Isaías 45:21-22) Jesus é o Salvador. (Tito 2:13, 2 Pedro 1:1)  EXISTE APENAS UM SALVADOR. (Isaías 43:11)
    • Jeová criou o universo. (Salmo 102:25-27) Jesus criou o universo. (João 1:3, Colossenses 1:15-19;11.. Hebreus 1:10-12)12. EXISTE APENAS UM CRIADOR. (Isaías 44:24)
    • Isaías viu Jeová. (Isaías 6:1-5)  “O Jeová” que Isaías viu era Jesus. (João 12:41)

 

Poderia ser que Jeová deu a Jesus todas essas qualidades, e, portanto, Jesus é um “Deus menor”, sob Jeová? Não! Pois Jeová declara: “Porque eu sou Deus e não há outro, eu sou Deus, e não há ninguém como eu.” ⎯ Isaías 46:9

 

=========

1. Melquisedeque, rei de Salém era um sumo sacerdote de Deus a quem Abraão concedeu seu dízimo (Gênesis 14:18-20). O nome Melquisedeque significa “Rei Justo” Sacerdote de Salém (Paz). Assim, ele é uma das pessoas no Antigo Testamento que Deus usou para ser uma imagem de Cristo para os israelitas. Assim como Jesus Cristo como Deus sempre existiu, também Melquisedeque era “sem pai, sem mãe, sem genealogia, não tendo princípio de dias, nem fim de vida”, no sentido de que esta informação não foi registada nas Escrituras de modo a que Melquisedeque representasse melhor a natureza eterna de Jesus Cristo, nosso Sumo Sacerdote / Mediador.
2. Observa-se uma variação textual nos manuscritos desta passagem. Alguns manuscritos não têm o “me” nesta passagem (como as Bíblias KJV e NKJV), no entanto, os manuscritos gregos mais antigos e melhores que temos disponíveis hoje (incluindo o Papiro 66 – o mais antigo manuscrito do livro de João de cerca de 125 E.C. e o de manuscrito Westcott and Hort da Sociedade — Codex Siniaticus e Vaticanus) contêm o “me.”
3. A seguinte lista de versículos foi preparado a partir da bíblia Almeida Revista e Atualizada mas a maioria dos versículos dizem o mesmo na TNM.
4. Em todos os lugares onde é dito que Jesus habita “em” alguém, a Tradução Novo Mundo das Escrituras Sagradas da Sociedade Torre de Vigia  traduz erroneamente por “Cristo está em união convosco”. No entanto, note que a tradução correta de “convosco” pode ser encontrada em Romanos 8:10 na Tradução Interlinear do Reino Grego/Inglês das Escrituras Gregas, da Sociedade.
5. Compare também Isaías 45:23 com Filipenses 2:10-11.
6. A Tradução do Novo Mundo  insere a palavra “Jeová” para “Senhor”, 237 vezes nas suas Escrituras Cristãs, sem o apoio de um único manuscrito grego das Escrituras Cristãs. Este é o caso de Atos 2:21 e Romanos 10:13. Note, no entanto, que a tradução correta de “Senhor” pode ser encontrada na Tradução Interlinear do Reino das Escrituras Gregas, da Sociedade.
7. Enquanto que os melhores manuscritos hebraicos disponíveis citam Zacarias12:10 como, “olharão para Mim a quem traspassaram”, a Tradução do Novo Mundo traduz erroneamente por, “olharão para Aquele a quem traspassaram.”
8. Nesta passagem de Colossenses, a Tradução do Novo Mundo, acrescenta a palavra “outros” quatro vezes ao contrário de todos os manuscritos gregos disponíveis. Note-se que a tradução correta desta passagem pode ser encontrada na Tradução Interlinear do Reino, da Sociedade.
9. Paulo cita Salmos 102:25-27 que fala de Jeová e aplica esta passagem diretamente a Cristo em Hebreus 1:10-12
10. Salvo disposição em contrário, todas as citações bíblicas são da Tradução Novo Mundo (TNM) da Torre de Vigia.
11. Jesus não foi gerado por um homem. Deus não é um Homem (Oséias 11:9), e Maria era uma “virgem” (Mateus 1:23-25). Portanto, Jesus é chamado de “Filho do Homem”, no sentido de que Ele tem a natureza do Homem.
12. A Almeida Revista e Atualizada traduz melhor essas passagens, pois afirma que Deus “possuía” sabedoria, ao invés de “produzia” sabedoria. Estas passagens revelam como Deus trouxe sabedoria para tomar parte na Sua criação.

Print Friendly, PDF & Email

This post is also available in: EspanholTchecoInglês