Se Jeová Odeia Homossexuais, Porque Ele Me Criou Deste Modo?

bullets

.:SE JEOVÁ ODEIA HOMOSSEXUAIS, PORQUE ELE ME CRIOU DESTE MODO?

“Eu sempre me perguntei porque Jeová não gosta de homossexuais. Numa idade tenra, eu sabia que eu era diferente dos outros. Eu tinha estes sentimentos desde que eu tinha cinco anos de idade. Acredite-me, eu não escolhi ser desta maneira. Eu era gozado e provocado acerca disto ao longo do tempo escolar, assim porque alguém quer ser gay? Visto que Jeová me criou deste modo, porque iria Ele odiar-me? Atualmente, eu sou travesti e em poucos meses, planeio fazer uma cirurgia para mudar o meu sexo. Os meus pais que são Testemunhas de Jeová não concordam com a minha escolha, mas eu sinto que mudar o meu género é o único modo para lidar com estes sentimentos e sentir-me aceite. Eu amo Jeová Deus, mas eu preciso ter uma nova e real vida. Podem ajudar-me?”

KevinNOSSA RESPOSTA:

Caro amigo,

O meu nome é Kevin. Eu sei o que você está passando. Eu já estive no passado onde você está agora. Eu também cresci sentindo-me diferente e era muito gozado e provocado na escola, com miúdos dizendo-me que eu era feminino e chamando-me “maricas”. Assim, eu sei do que você fala e como você “não escolheu ser dessa maneira”. Eu também não escolhi ser homossexual, mas isso era o que eu era antes de ser libertado disso.

Você perguntou porque Jeová não gosta de homossexuais se Ele os criou. Primeiro de tudo, deixe-me dizer que Jeová Deus AMA-O como homem que Ele criou para você ser. Ele criou-o como homem por uma razão, e Ele espera que você cumpra o papel de género que ele fez para si. A sua masculinidade vai bem dentro do seu ser e penetra muito além da aparência superficial. Mas agora, existe uma grande confusão dentro de si e muita animosidade em relação a si e outros, e até mesmo para com Deus. Você não tem de ter receio de admitir a sua raiva contra Deus, porque Jeová AMA-O e Ele sabe tudo acerca de si. Não existem segredos ocultos com Ele. Como as Escrituras dizem, você é “assombrosamente maravilhoso” (Salmo 139:14). Jeová não comete erros.

Dito isto, posso dizer que eu não busquei uma mudança de sexo, porque quando eu era homossexual e considerava para mim mesmo uma mudança de sexo, eu pessoalmente conheci vários homens que se tinham arrependido de ter o seu género mudado, porque não mudou realmente o seu eu interior para mulher. Vivendo como transexuais, ele começaram a sentir que alguma coisa não estava certo e muitos acabaram cometendo suicídio. Felizmente, um tipo que se arrependeu da sua mudança de género, não cometeu suicídio, mas foi capaz de voltar atrás na cirurgia, de modo a converter os seus órgãos novamente para macho. Os médicos tiveram de dar-lhe muitas injeções de hormonas, após a cirurgia, mas a mudança teve REALMENTE lugar.

Eventualmente, ele até mesmo encontrou uma esposa para si e saiu completamente daquele estilo de vida. Deus mudou-o assim como me mudou a mim, e por isso sei que Jeová não o fez homossexual mais do que me fez homossexual. São os efeitos do pecado num mundo decaído que nos causa estas tendências. Cientistas têm pesquisado em vão identificar o gene que produz a homossexualidade. Embora as tendências homossexuais desde tenra idade possam tê-lo convencido de que você é uma fêmea num corpo masculino ou vice-versa, isto não é a sua identidade mais íntima. Não existe nenhuma evidência de que a homossexualidade tenha uma componente genética.

“SE EU NÃO FUI CRIADO COMO HOMOSSEXUAL, DE ONDE VÊM ESTES SENTIMENTOS?”

Você declarou que acreditava que nasceu como homossexual, porque você tinha esses sentimentos desde que tinha cinco anos de idade. Eu posso explicar isso. A ciência está começando a revelar que quando um bebé está crescendo no ventre, certos químicos são produzidos para permitir ao bebé discernir os humores da mãe e sentir se ela quer ele ou ela. Às 25 semanas de gestação, o bebé até mesmo consegue ouvir como um adulto completamente funcional. Assim, se você sentir rejeição da sua mãe como bebé no ventre (como eu senti), é provável que isso tenha contribuído para as suas tendências gay quando era tão novo. O mesmo pode ser verdade para uma bebé feminina que no ventre, ouve a raiva de um pai e continua a sentir a rejeição dele através dos anos formativos. Pesquisas têm mostrado que as relações e ligações que ocorrem entre uma criança e um pai e entre um pai e uma mãe, são cruciais para o desenvolvimento da identificação sexual da criança.

Embora Jeová não o tenha criado como homossexual, Satanás habitualmente usa os sentimentos de rejeição que nós experienciamos dos pais, crianças na escola e/ou de outras figuras adultas com autoridade, para nos enganar e levar a não confiar no sexo oposto, enquanto bem no fundo nós ansiamos por uma ligação com ele. É um estranho paradoxo, mas no meu caso, numa idade muito jovem, a minha mãe disse-me que eu era um erro dela e que eu era uma “FERA” da natureza. Satanás pegou nesta mentira que a minha mãe me disse aos 7 anos de idade e distorceu-a para me fazer sentir que algo estava errado comigo. Eu senti tanta rejeição da minha mãe, que constantemente batia-me e até mesmo tentou matar-me uma vez, que eu desenvolvi a uma profunda inimizade e desconfiança de todas as mulheres. Contudo, dentro de mim, eu ainda mantinha o desejo inato pelo amor de mãe.

Esta desconfiança pela mulher, combinado com o desejo pelo amor feminino tornou-me sexualmente errático na puberdade, fazendo-me sentir como se fosse uma fêmea no corpo de um homem. Ao mesmo tempo que eu estava experienciando isto, o meu pai nunca se relacionou comigo. A sua falta de ligação numa relação normal pai/filho criou um ENORME buraco dentro de mim, que apenas procurei preencher em múltiplas relações homossexuais com outros homens. Embora eu soubesse bem fundo que eu era um homem, eu senti que se eu pudesse tornar-me fisicamente uma mulher, eu poderia continuar a ter sexo com homens, o único género em quem eu confiava. Felizmente, algo dentro de mim impediu-me de avançar na operação de mudança do meu género, porque eu sabia que a minha masculinidade ia mais fundo que isso.

A busca por ser amado por um homem era tão grande, que eu poderia ter dormido com cada homem do planeta e ainda assim o buraco deixado pela falta de ligação e amor do meu pai nunca seria preenchido. Por isso a busca por um amor masculino, continuou através do meu tempo de vida com sexo homossexual, drogas e álcool. Eu nunca poderia ter ficado preenchido com o amor de outros homens que tinha sido negado pelo meu pai. De modo direto, homossexualidade é um amor legítimo que se tenta obter através de um modo ilegítimo através do mesmo sexo.

“SERÁ QUE TENHO DE ACEITAR-ME COM OS MEUS SENTIMENTOS DO JEITO QUE SOU?”

Eu sei que está a ser-lhe dito pela comunidade psicológica que os sentimentos homossexuais são “normais” e que você apenas precisa aprender a “aceitar-se”. Estas são todas mentiras que Satanás usa para nos escravizar. Quando eu estava onde você está agora, eram-me ditas as mesmas mentiras, mas bem fundo, dentro de mim, eu sempre senti que algo estava errado neste conselho. Se ser homossexual é “normal”, porque parece tão errado e desnatural? Jeová, que nos ama a todos, não nos fez para nos magoarmos uns aos outros, mas na homossexualidade existem actos que são bastante prejudiciais ao seu corpo e até mesmo podem causar a morte. O mesmo se aplica a relações heterossexuais que são exageradas.

Porque em quinze anos depois de ter tido relações com mais de 100 homens, eu senti-me tão vazio e insatisfeito? Se a homossexualidade é “normal”, porque eu testemunhei tais devastadores efeitos psicológicos que essa atividade estava tendo no meu corpo e nos corpos de muitos outros?

Nós temos de lembrar-nos de que Satanás é o pai de todas as mentiras (João 8:44). Satanás tenta introduzir-se em muitos aspetos da nossa vida de modo a confundi-los e então manter-nos cativos através do engano. Isto foi verdade em minha vida, mas eu libertei-me através do poder do Espírito de Cristo, quando eu me rendi ao Seu perdão de cura.

“COMO POSSO EU LIBERTAR-ME?”

A minha liberdade veio uma noite quando eu gritei a Deus por cura e libertação. Ele trouxe à minha memória uma época quando eu tinha oito anos de idade, depois da minha mãe me ter batido e me ter atirado contra uma parede, eu fiz um voto que eu nunca casaria com uma mulher e teria sexo com uma. Embora eu tenha bloqueado esse voto em minha mente, no subconsciente isso formou a semente dos meus sentimentos homossexuais à medida que eu atravessava a puberdade. Sendo sodomizado por um dentista homem e tendo um pai que nunca se ligou ou teve laços comigo, apenas exasperou os meus sentimentos de rejeição que me conduziram nesse escuro caminho sem esperança da homossexualidade.

Não foi até que Ele abriu-me os olhos ao efeito que o passado tinha em mim, que eu realmente comecei a libertar-me dos meus sentimentos homossexuais. O que realmente curou-me foi a compreensão do ódio que eu tinha carregado dirigido à minha mãe e a projeção da sua personalidade que eu tinha transferido para todas as mulheres. Eu aprendi a perdoar a minha mãe e toda a mulher que me magoara, como também o meu pai por não ter-se ligado a mim. Uma vez que os perdoei de coração, os sentimentos de homossexualidade abandonaram-me completamente.

Ao aceitar o perdão de Cristo em meu coração e receber apoio e encorajamento através de uma amorosa igreja cristã, eu aprendi que nem todas as mulheres são cruéis e duras como a minha mãe era e que existem mulheres verdadeiramente gentis e delicadas por aí que demonstram amor e afeição aos seus maridos. Eu comecei a sentir-me atraído a mulheres pela primeira vez na minha vida e comecei a olhar para elas de uma maneira completamente diferente. Assim, após 43 anos de raiva, ressentimento e sentimentos homossexuais, eu estou finalmente livre! Obrigado Jesus!

O MEU DESAFIO PARA SI…

Eu desafio-o a olhar para o seu passado e ver se pode relacionar qualquer um dos sentimentos que eu estive falando. Procure por um pastor temente, cheio de espírito ou um terapeuta cristão que o possa ajudar a identificar os “gatilhos” no seu passado que possam ter contribuído para os seus sentimentos homossexuais. Abra o seu coração a Jesus Cristo e ao Seu amor redentor — O único amor que pode satisfazer os anseios do seu coração. Vire-se para o perdão oferecido através do sangue derramado Dele, e aprenda a deixar ir, por perdoar o seu passado. Então, você também se tornará livre! (Veja João 8:32, 36 e 1 Coríntios 6:9-11.)

PARA MAIS INFORMAÇÃO VEJA:

bullets A HISTÓRIA DA SAÍDA DE KEVIN DAS TESTEMUNHAS DE JEOVÁ E DA HOMOSSEXUALIDADE

bullets COMO AS TESTEMUNHAS DE JEOVÁ ENCARAM OS TRANSEXUAIS, HOMOSSEXUAIS E LÉSBICAS?

 

Print Friendly, PDF & Email

This post is also available in: EspanholInglês