Diálogo 1a: Pode você servir a Jeová sem a “Nova Luz” da Torre de Vigia?

bullets

NOVA LUZ DA TORRE DE VIGIA

Um Pai preocupado, desafia o seu filho acerca da sua decisão de deixar a Torre de Vigia. O filho responde por questionar a “nova luz de Jeová”, da organização, usada como defesa para sucessivas mudanças doutrinais.

 PAI:          Carlos, não voltes as costas a Jeová. Eu criei-te na Verdade. Como podes voltar as costas a nós e a Jeová por deixar a Sua organização?

FILHO:    Paizinho, eu amo a Jeová! E é por isso que estou a deixar a organização Torre de Vigia; porque não é Dele. É apenas um grupo de homens que afirmam representar a Deus. 

PAI:          Acontece que eu sei que é a organização de Deus, filho. Eu provei isso a mim mesmo quando saí da Igreja Católica antes de nasceres. A Verdade é tão preciosa para mim, Carlos. Por favor, não voltes as costas a nós e a Jeová por deixar a Sua organização! 

FILHO:    Mas pai, não me contaste que o avô te disse a mesma coisa quando deixaste a Igreja Católica – que ias ‘abandonar a Deus’? 

PAI:          Sim, filho, mas isto é diferente. Tu sabes que a Cristandade apóstata não tem a Verdade! Não são as igrejas piores que algumas das falhas que vês nos nossos irmãos?  Porque não tens paciência com a organização? Se algo está errado, Jeová vai enviar “nova luz” para esclarecê-lo no seu tempo. A nossa responsabilidade é permanecer leal ao seu “canal” de comunicação.1.

FILHO:    Pai, tu dizes para ter paciência com a organização, mas a organização não tem paciência. Se noventa por cento dos ensinos de Russell estavam errados e muito do que as Testemunhas de Jeová hoje chamam “a Verdade” tem mudado nos últimos cinquenta anos, como podemos apontar o dedo à Cristandade, se nós também não tivemos a verdade ao longo de todos estes anos? 

PAI:          Eu não diria que nós não tivemos a verdade, filho. É que a verdade precisava ser refinada. Nós devemos ser gratos por a Sociedade ser humilde o suficiente para admitir os seus erros e receber “nova luz” de Jeová. Esta é a prova que Jeová nos guia.2.

FILHO:    Mas paizinho, lembras-te do artigo da Sentinela sobre o “Entendimento Progressivo das ‘Autoridades Superiores’ da Sociedade ”, em Romanos 13:1?  Nesse artigo, a Sociedade explicou como em 1886, Charles Russell “identificou corretamente ‘os poderes mais elevados,’ ou ‘as autoridades superiores,’ mencionadas pelo apóstolo Paulo, como autoridades governamentais humanas.”3.  Então, em 1929, a Sociedade recebeu “nova luz” e mudou a sua interpretação desta passagem, por ensinar que “os poderes mais elevados devem ser Jeová Deus e Jesus Cristo.” E então novamente, em 1961, a “nova luz” da Sociedade levou-os a mudar de volta para o ponto de vista original, que as Testemunhas de Jeová acreditavam antes de 1929 e que atualmente continuam a ensinar—“que o termo autoridades superiores’ se refere, não à Suprema Autoridade, Jeová, e ao Seu Filho, Jesus, mas às autoridades governamentais humanas.4. Como pode a “verdade” mudar, por avançar e recuar desta forma?  Quando eles voltam atrás ao ponto de vista original e o chamam de “nova luz,” como pode isto ser evidência que Jeová os está a guiar? Ao invés de isto ser “nova luz,” Pai, isto parece “luz” a acender e a apagar. 

PAI:          Filho, lembras-te do artigo da Sociedade que dizia que a “nova luz” é como um navio “impelido pelo vento”?  Nesse artigo, a Sociedade declara: “Ocasionalmente, as explicações dadas pela organização visível de Jeová têm indicado ajustes que aparentemente voltam a pontos de vista anteriores. Mas, na realidade, não tem sido assim.”5. A Sociedade passou a explicar que, assim como um navio desvia à direita e à esquerda, progredindo em direção ao seu destino, apesar dos ventos contrários, a “nova luz” que eles recebem é como “impelido pelo vento” na verdade espiritual. Por isso podes ver, Filho, estas mudanças são evidência de que Jeová nos guia. 

FILHO:    Pai, quando um navio é impelido pelo vento, alguma vez vira 180 graus e vai na direção totalmente oposta? 

PAI:          Bem, não, filho, mas a Sociedade nunca mudou o seu ponto de vista assim tanto que ensinassem o oposto da sua posição original, pois não? 

FILHO:    Sim mudou, pai. Alguma vez notou a mudança entre as edições da Sociedade de 1982 e 1989, do livro Você Pode Viver Para Sempre No Paraíso Na terra? Na página 179 da edição de 1982, eles declaram: “Por dizer isto, Jesus mostrou que pelo menos algumas das pessoas iníquas da antiga Sodoma e Gomorra estarão presentes na terra durante o Dia do Julgamento. Embora eles tenham sido muito imorais, podemos esperar que alguns deles serão ressuscitados.” (edição em inglês) Assim, na edição de 1982, a sociedade está a dizer que os Sodomitas seriam ressuscitados, mas agora vamos à mesma página da edição de 1989 e diz: “Serão essas pessoas, tão terrivelmente iníquas, ressuscitadas durante o Dia do Juízo? Pelo que parece, as Escrituras indicam que não..… De fato, por causa de sua excessiva imoralidade, as pessoas de Sodoma e das cidades circunvizinhas sofreram destruição, da qual pelo que parece nunca serão ressuscitadas.” Então, pai, qual delas é? Vão os Sodomitas ser ressuscitados ou não? Chamas isto ser “impelido pelo vento”? 

PAI:          Está bem, filho; então eles ensinaram totalmente o oposto da sua posição original, mas não poderia isto ser “nova luz”?

FILHO:    Bem, talvez pudéssemos chamar isto “nova luz”, se eles não tivessem voltado à sua antiga luz de 1952. No artigo da Torre de vigia de 1 de Junho de 1952, página 338 (edição em inglês), a Sociedade afirma que o destino dos Sodomitas estava selado e que não haveria “julgamento futuro” no qual fossem ressuscitados. Por isso podes ver, pai, como a Sociedade está realmente usando a luz antiga, chamando-a de “nova luz” para desculpar as suas mudanças doutrinais sucessivas? 

PAI:          Eu não sei, filho. . . Tudo o que sei é que Jeová tem sempre usado uma organização para guiar o Seu povo. Basta olhar para os Israelitas. Jeová Deus escolheu Moisés e os sacerdotes de Arão para liderar o Seu povo e quando essa organização se tornou corrupta na época de Cristo, Ele organizou um corpo governante de Cristãos ungidos para tomar o seu lugar. Vê-se que Jeová sempre cuida do Seu povo leal, mesmo que uma organização se torne corrupta. 

FILHO:    Pai? 

PAI:          Sim, Filho? 

FILHO:    Se os discípulos tivessem sido leais à organização de Jeová dos seus dias, teriam eles seguido a Jesus? 

OBSERVAÇÕES:
Amigos, lealdade a uma falsificação é deslealdade a Jeová Deus. Tal como os discípulos dos dias de Jesus tiveram que tomar uma decisão entre seguir uma organização ou seguir Aquele que é “a Verdade” — O Próprio Jesus — também hoje, a “Verdade” não é encontrada numa organização religiosa, mas Naquele que disse: “Eu sou o Caminho, e a Verdade, e a Vida; ninguém vem ao Pai, senão por Mim.”6.

Ao longo da história, os profetas de Deus viram-se excluídos, reprovados e desassociados por organizações governamentais e sacerdotais. O profeta Jeremias, foi acusado de deslealdade quando ele pediu aos seus co-irmãos para deixarem a “organização” dos seus dias e lhes disse que “todos aqueles que permanecessem em Jerusalém iriam morrer…mas aqueles que se rendessem aos Babilónios iriam viver.”7. Os que eram leais à organização viam Jeremias como um apóstata rebelde e fizeram ouvidos moucos ao seu conselho. Em vez de se juntarem aos Babilónios, como Deus ordenara, sentiram-se mais seguros em ficar em Jerusalém, a sede da organização de Jeová. Mas o profeta Jeremias avisou-os: “Não confies em frases enganadoras, ‘O Templo de Jeová…eles são.’ ”8.

O cumprimento das palavras de Jeremias provou que há momentos em que os humanos devem escolher entre a lealdade a uma organização e lealdade para com o próprio Deus. Assim, enquanto Jeová sempre teve pessoas fiéis na terra, as organizações que afirmam representá-Lo têm muitas vezes falhado em viver à altura dos seus nomes. De facto, estas estruturas de poder e de auto-interesse, muitas vezes se tornam perseguidoras de pessoas fiéis a Deus. Uma organização não morreu para pagar a sua dívida pelo pecado, nem uma organização vai interceder perante Jeová Deus em seu nome. Onde você gastará a sua eternidade depende do seu relacionamento com uma pessoa — o próprio Jesus—não uma organização. Você pode realmente servir a Jeová sem a Torre de Vigia.9.

bullets Próximo capítulo

=========

1. Veja A Sentinela, 1 de Junho, 1968, pág. 330
2. Veja A Sentinela, 15 de Março, 2000, págs. 12, 14
3. A Sentinela 1 de Maio, 1996, pág. 13
4. A Sentinela, 1 de Maio, 1996, pág. 14
5. A Sentinela , 1 de Agosto, 1982, pág. 27
6. João 14:6, New American Standard Bible
7. Jeremias 38:2, The Living Bible
8. Jeremias 7:4, Byington Bible
9. Os comentários finais para este diálogo foram retirados do artigo Comments from the Friends intitulado “Não Abandone Jeová…”, Comments from the Friends, Janeiro-Março 1998, vol. XVII. No. 1, págs 2-4 (www.cftf.com) (edição em inglês)

Print Friendly, PDF & Email

This post is also available in: EspanholTchecoAlemãoInglês