Gloria – Uma Testemunha de Jeová de 5ª Geração

Gloria's Horse PhotographyGLORIA – Uma Testemunha de Jeová de 5ª Geração deixa a Torre de Vigia

Link Artigos de Gloria

Olá. O meu nome é Gloria e eu fui uma Testemunha de Jeová de quinta geração. A minha história remonta mais de 100 anos, ao tempo da minha bisavó. Ela nasceu em 1884 e viajou do Kansas para Oklahoma numa carroça coberta. O Presidente Hayes tinha acabado de abrir a terra conhecida como Território Índio para os colonos assentarem e fazerem seu lar e eles realizaram uma corrida de cavalos para validar a possessão das terras. Aos 18, ela casou e deu à luz um filho. Quando ele tinha 2 anos de idade, enquanto a minha bisavó descascava ervilhas, ele pegou uma, pôs na boca, sufocou e morreu. Esta tragédia levou a minha família a procurar Deus. Infelizmente, Charles Taze Russell tinha um programa de rádio naquela época e estava vindo para a cidade. Quando o Pastor Russell chegou à cidade, ele veio numa carruagem puxada por impressionantes e elegantes cavalos pretos e estava vestido com uma roupa preta. Ele era um verdadeiro homem do espetáculo. Eles eram simples camponeses, procurando respostas.

Assim iniciou a viagem da minha família inteira, desistindo das suas vidas para seguirem os ensinos de um homem. Eles não apenas seguiram os ensinos de Russell, eles tornaram-se pioneiros especiais e eventualmente gastaram 150 horas por mês, viajando de cidade em cidade no Midwest, mostrando o fotodrama da criação.

Esse  foi um dos primeiros filmes falados (antes de surgirem os filmes falados), e por isso atraiu muitas pessoas. Nessa época, o grupo de Russell era chamado de Estudantes Internacionais da Bíblia. Eu tinha 7 tias, tios e bisavós dos 144.000 ungidos (os únicos que como Testemunhas de Jeová estão destinados ao céu, o que significa que eles participavam da comunhão). A maioria das Testemunhas de Jeová de hoje não participam da comunhão. Em vez disso, elas passam o pão e o vinho e tocam-lhe, mas elas não pensam em os colocar na boca e engolir… Sim Jesus em João capítulo 6 diz “comei ou não tereis vida em vós mesmos.”

Continuar a ler “Gloria – Uma Testemunha de Jeová de 5ª Geração”

A História da Saída de Anne Marie das Testemunhas de Jeová

annemarie

 

A HISTÓRIA DE ANNE MARIE – Desassociado mas Salvo por Jeová

Eu era essa irmã jovem e bonita que talvez tenha visto no Salão do Reino. Você sabe, aquela com “todos aqueles filhos.” A pessoa que lutava para criar os filhos na “Verdade” sozinha. A que raramente era considerada como “possível esposa” porque era “mercadoria danificada.” Afinal, “Ninguem vai querer-te a ti e a todos os teus encargos!” como me foi dito por uma pioneira bem intencionada.

Como muitos de vocês, eu fui criada desde tenra idade para ser uma Testemunha de Jeová. Eu amei Jeová verdadeiramente durante toda a minha vida. Eu amei os meus Irmãos e Irmãs, e eu acreditava realmente que ISSO (a Organização Torre de Vigia) era “A Verdade.” Eu cresci em São Francisco, durante a Guerra do Vietname, os Panteras Negras, tumultos, protestos, e o movimento “Hippie”, e fiquei desiludida com “a verdade,” deixando-a com a idade de quinze anos, visto que acreditava que Jeová Deus iria “destruir-me de qualquer maneira” porque eu nunca seria “boa o suficiente.”  Além disso, eu estava farta dos mexericos, dos julgamentos, e do medo do Armagedom…que estava sempre “ao virar da esquina.” Mas, grávida do meu quarto filho aos dezanove anos, (depois do pai dos meus filhos nos ter deixado em finais de 1974), as Testemunhas de Jeová perguntaram-me, “Como pode você deixar os seus filhos morrer, só porque você não quer viver sob os requisitos justos de Jeová? Você quer MESMO o sangue dos seus filhos nas suas mãos?” Continuar a ler “A História da Saída de Anne Marie das Testemunhas de Jeová”

A História da Saída de Stephen das Testemunhas de Jeová

stephenO TESTEMUNHO DE STEPHEN

Eu nasci em 1977 e fui criado como Testemunha de Jeová até que abandonei aos 18 anos de idade. Desde uma idade muito precoce, a minha mãe me ensinou a recitar as Escrituras de memória. Quando eu tinha 6 anos de idade, ela se casou com o meu padrasto, que logo se tornou um ancião e exigia que todos nós, crianças, nos tornássemos exemplos para a congregação. Oh, como nós estudámos e estudámos todos esses anos para provar a nós mesmos! Deus nunca foi real para mim. Era só como eu era percebido por outros na congregação que importava.

Aos 8 anos, entrei para a Escola do Ministério Teocrático, comentava de forma consistente nas reuniões e estava no serviço de campo, todas as manhãs de sábado. Mas aos 13 ou 14 anos de idade, a necessidade de ser aceite pelos “miúdos mundanos” me levaram a me rebelar e portar-me mal na escola. Eu nunca me rebelei violentamente, mas estava cansado de ser diferente, e fazia pouco da escola. Então, eu comecei a viver a “vida dupla”, como eles chamavam. Continuar a ler “A História da Saída de Stephen das Testemunhas de Jeová”

A História da Saída de Pam das Testemunhas de Jeová

pam

O TESTEMUNHO DE PAM

“A Formação da Missfit – A Princesa do Rei!”

Eu era para ser o menino que ia salvar o casamento dos meus pais, mas no momento em que nasci, o meu pai tinha-se mudado para mais de trezentos kilómetros de distância e nunca mais voltou. A minha mãe casou-se novamente quando eu tinha 3 anos, mas divorciou-se após 6 meses, depois de descobrir que ele era homossexual. Até então, ela era presa fácil para as suas quatro irmãs mais novas que a convenceram a se juntar a elas em se tornar Testemunha de Jeová. Continuar a ler “A História da Saída de Pam das Testemunhas de Jeová”

A História de Nancy

nancyA HISTÓRIA DE NANCY – Como a Política da Torre de Vigia de Não Levar Transfusões de Sangue Teve Impacto na Minha Família

O meu envolvimento como uma das Testemunha de Jeová, surgiu através da minha mãe, que se tornou uma Testemunha quando eu era muito jovem. A minha mãe é uma sobrevivente de abuso sexual na infância e este grupo apareceu no ministério de porta-em-porta e professava uma vida mais esperançosa para ela. Mas o que esta religião realmente fez, ao longo de mais de 40 anos, foi dividir completamente a minha família, incluindo os meus pais que se divorciaram há 24 anos. A minha mãe tem quatro filhos. Os três de nós que finalmente se foram embora, suportaram anos de ostracismo por parte da minha mãe. Dois dos meus irmãos escaparam antes de considerarem cometer suicídio, e eu saí um ano e meio depois da morte do meu marido Kurt devido à política da Torre de Vigia de não permitir as transfusões de sangue. O meu irmão mais velho quase cometeu suicídio antes de separar-se de toda a família. Outro dos meus irmãos tem lutado com a homossexualidade, havia sido desassociado por isso, mas voltou para a organização Torre de Vigia e já não fala com qualquer um de nós, e o meu irmão mais novo ficou muito deprimido e perto de suicídio antes de finalmente sair da organização. Continuar a ler “A História de Nancy”

A História da Saída de Ashton das Testemunhas de Jeová

ashton

.:ASHTON

Eu nasci e fui criada como Testemunha de Jeová de terceira geração. A minha mãe biológica tinha apenas 14 anos de idade. O seu pai, o meu avô, disse que não poderia criar um outro bébé, especialmente um bebé sem pai, sem qualquer ajuda. Ele já era um pai solteiro tentando criar três filhos sozinho. A sua esposa, a minha avó, foi institucionalizada, por isso a minha mãe biológica foi forçada a me dar para adoção.

Coincidentemente, a secretária do escritório de advocacia que cuidou da adoção também era Testemunha de Jeová, e pertencia à congregação da minha família adotiva. Ela sabia que os meus pais adotivos queriam adotar e deu-lhes a conhecer a menina de 14 anos de idade, que estava quase pronta para dar à luz. Os arranjos foram feitos e eu fiquei imediatamente adotada nesta nova família de Testemunhas de Jeová. Fui diretamente do hospital para a sua casa. Continuar a ler “A História da Saída de Ashton das Testemunhas de Jeová”

A História da Saída de Julie das Testemunhas de Jeová

julie

.:O TESTEMUNHO DE JULIE

Link Visite os artigos de Julie

A Igreja não era nada além de um encontro social para mim, quando eu estava crescendo num ambiente nominalmente religioso protestante. Eu estava nos meus vinte anos e sem sequer saber como procurar uma referência nas Escrituras, por capítulo e versículo. Afirmando ainda a minha religião como “espiritual”, eu hesitei em chamar-me “cristã”, porque eu achava que precisava de mais conhecimento das suas crenças. Assim, nos meus trinta anos, como uma jovem mãe de dois filhos, comecei a ler a Bíblia seriamente por mim mesma. Tendo muito pouco de fundo religioso, eu só conhecia o sujeito chamado Jesus, e eu sabia que queria estar do lado dele quando o fim chegasse.

Continuar a ler “A História da Saída de Julie das Testemunhas de Jeová”

A História da Saída de Beryl das Testemunhas de Jeová

berylO TESTEMUNHO DE BERYL

bullets Visite os artigos de Beryl

Uau…como pode você resumir uma vida em 3 páginas? Seria um desafio para qualquer um, mas para uma mulher verbosa como eu… duplamente difícil! Então pensei que para o Autor da minha história de vida, escrever três páginas de testemunho, não seria de nenhum modo um desafio para Ele.

Veja, para mim, mesmo como uma das Testemunhas de Jeová, eu sempre tive completa e total confiança no poder e lealdade de Jeová. Quando me apaixonei por Ele à tenra idade de sete anos, Ele tornou-se o meu mundo e não podia fazer ou dar-Lhe o suficiente de mim mesma e de minha vida. Eu o amava, não apenas a organização. Eu também fui educada que, apesar de fazermos parte da Sociedade Torre de Vigia de Bíblias e Tratados, a vida era acerca de servir a Jeová, não agradar ao homem, mesmo na organização. Eu não sei quantas Testemunhas de Jeová olharam para mim, como se tivesse endoidecido, quando expressei apaixonadamente o seguinte pensamento:

Continuar a ler “A História da Saída de Beryl das Testemunhas de Jeová”

Diálogo 3a: É a Organização Torre de Vigia um Culto? – Parte 1

ccjw-en-adbullets CONVERSAS CRISTÃS COM AS TESTEMUNHAS DE JEOVÁ
— Respostas Bíblicas a perguntas que as Testemunhas de Jeová fazem

(CAPÍTULO 4: “Quem é o Diabo?”)

 São as opiniões pessoais e o pensamento independente condenados por Deus?
Como pode a unidade Cristã existir numa religião que permite aos seus membros discordar em assuntos espirituais? Os Cristãos verdadeiros precisam da orientação de uma organização  para entender a Bíblia? Quais são as técnicas de manipulação mental
de uma seita?

 SUSANA: Olá Isabel, como foi a sua semana?  Continuar a ler “Diálogo 3a: É a Organização Torre de Vigia um Culto? – Parte 1”